Polícia Civil desbarata quadrilha especializada em roubo de transportadoras

Assaltantes abusavam da violência psicológica e física contra funcionários

Polícia Civil

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, da Polícia Judiciária Civil, deflagrou nos últimos dias a operação Seven, para cumprir nove mandados de prisão preventiva contra uma associação criminosa investigada pela autoria de um roubo, que causou grande prejuízo financeiro a uma empresa transportadora da Capital.

O assalto foi cometido em 27 de fevereiro deste ano. Na oportunidade, mais de 10 criminosos armados invadiram o estabelecimento Transete Transportes Seguros Ltda, durante a madrugada, renderam os funcionários, por meio de grave ameaça, e subtraíram dois caminhões carregados de mercadorias.

Antes de fugir do local, os criminosos chegaram a selecionar a carga que roubariam da empresa. Além disso, conforme relatos dos funcionários, os criminosos eram extremamente violentos e portavam armas de fogo, inclusive uma réplica de fuzil.

Ainda segundo declarações das vítimas, os criminosos efetuaram um disparo de arma de fogo e exigiam as cargas de eletrônicos, especialmente aparelhos celulares, TV’s, etc. A mercadoria subtraída, somada aos valores em dinheiro e cheques, ultrapassa R$ 310 mil.

Além da violência psicológica e física contra alguns funcionários, os assaltantes ainda os forçaram os funcionários a levar a carga para os caminhões e também a ficarem apenas de cueca.

De acordo com o delegado Eduardo Rizzotto de Carvalho, as investigações apontaram que o crime foi organizado no interior da Penitenciária Central do Estado (PCE).

A liderança deste esquema era exercida pelos reeducandos Everton Pereira Oliveira, conhecido como “Lebre”, e Josimar Gomes Amado, apelidado de “Formiga”. Durante os trabalhos investigativos, parte dos objetos foram recuperados.

Os mandados de prisão foram deferidos pelo juízo da 7ª Vara Criminal de Cuiabá (Vara do Crime Organizado) tendo em vista que vários dos suspeitos também estavam envolvidos no roubo da transportadora TNT.

Em relação ao roubo da Transportadora TNT, foi deflagrada em julho deste ano a operação TNT. À época foram presas 21 pessoas. Este crime também foi organizado pelos reeducandos “Lebre” e “Formiga”.

A maioria dos alvos dos nove mandados de prisões preventivas já se encontravam presos em razão da deflagração da operação TNT.

Os suspeitos que estavam soltos foram capturados na semana passada e encaminhados para a PCE. Um deles, Evandro Fernando de França Dias, conhecido como Vandinho, foi capturado em flagrante, na semana passada, após furtar mais de 100 baterias de veículo em uma loja no bairro Porto.

Na oportunidade, o seu mandado de prisão foi devidamente cumprido. Ele é apontado ainda como autor contumaz de roubos a bancos, já tenho sido preso inclusive em outros Estados por esta prática.

Além disso, na semana passada, finalizando as investigações, foi feito flagrante de posse de munições de Wilson Fabiano Costa, responsável por auxiliar Evandro em suas ações. O adolescente W. C. S. também foi identificado no roubo e conduzido para prestar esclarecimentos.

As investigações tiveram apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Para o recambiamento dos presos da PCE, a Derf contou com apoio da Gerência de Operações Especiais (GOE).

Os presos foram identificados como Everton Pereira Oliveira, Josimar Gomes Amado, Ygor Daniel Virgulino Lira, Evandro Fernando de França Dias, Hélio de Moraes Almeida, Salatiel de Oliveira Filho, Joelton da Silva França, Sebastião Jesus, Roberto Benedito de Santana.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComissão do Foro Privilegiado vota parecer amanhã
Próximo artigoCrise em Chapada: vereadores votam afastamento de prefeita, que diz estar sendo perseguida