Polícia Civil faz operação para apurar desvios de R$ 1,4 milhão da Limpurb

Servidora que ocupava o cargo de diretora financeira da empresa e ex presidente da empresa são alvos da operação

Polícia Civil

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor), deflagrou na manhã desta terça-feira (23) a operação “Chave de Ouro” para apurar o desvio de aproximadamente R$ 1,4 milhão dos cofres da Empresa Cuiabana de zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb).

A operação foi deflagrada com objetivo de cumprir três ordens judiciais, sendo dois mandados de busca e apreensão domiciliar e um de prisão preventiva, nas cidades de Cuiabá e Florianópolis (SC).

Os mandados de busca e apreensão e de prisão cumpridos em Florianópolis (SC) têm como alvo a servidora que ocupava o cargo de diretora financeira da empresa. A terceira ordem judicial (de busca e apreensão) foi cumprida em Cuiabá contra o presidente da empresa à época dos fatos.

As investigações iniciaram em dezembro de 2020, após denúncia realizada pela Prefeitura Municipal de Cuiabá junto à Delegacia de Combate a Corrupção para apurar os desvios dos cofres do município. Durante as buscas foram apreendidos celulares, computadores e documentos que vão auxiliar o trabalho investigativo.

A servidora que teve o mandado de prisão preventiva cumprido em Santa Catarina será ouvida ainda nesta terça-feira (23) por videoconferência.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDebate no TJMT: policial condenado tem direito a manter a aposentadoria?
Próximo artigoMerenda na pandemia: prefeitura nega atraso, mas kits ainda não foram distribuídos