Polícia Civil diz que diretora do Sanear foi executada com sete tiros

Execução sumária é a principal linha de investigação

(Foto: Pixabay)

A Polícia Civil informou que a diretora do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Terezinha da Silva Souza, foi morta com sete tiros, sendo que a maioria atingiu a cabeça.

O crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (15), no centro da cidade do sul de Mato Grosso. 

Informações iniciais apontam que dois homens em uma motocicleta se aproximaram do carro pelo lado do passageiro e fizeram os disparos. O motorista, funcionário do órgão, não teve ferimentos. Esses dados preliminares fizeram a polícia abrir a investigação sob a hipótese de execução. 

Testemunhas começaram a ser ouvidas ainda hoje. Dentre elas, o motorista Valmir Tanaã Oliveira de Cassimiro, 32. Ele tentou prestar socorro para a diretora, levando-a para o Hospital Santa Casa, mas ela entrou em atendimento médico já morta. 

Valmir Tanaã ficou no hospital para atendimento por estado de choque, sem ferimento, e já foi liberado. O motorista deve ser a principal testemunha do caso.  

Um vídeo divulgado pela imprensa local mostra os dois homens suspeitos, em uma motocicleta vermelha, perseguindo a caminhonete. O crime aconteceu a caminho do Sanear. A investigação é conduzida pela delegada Juliana Carla Buzzeti. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGreve dos caminhoneiros: categoria em MT não apoia paralisação
Próximo artigoEnem mantido em MT