Polícia Civil deflagra operação contra traficantes de drogas de cidade de MT

Os cinco nomes identificados foram apontados em diversos inquéritos policiais relacionados a investigações de tráfico de drogas no município e região

(Foto: PJC MT)

Nove ordens judiciais, entre mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar, são cumpridas pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (6), em operação para combate de crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, deflagrada pela Delegacia de Novo São Joaquim (485 km a Leste de Cuiabá).

A Operação Aliados tem como alvos suspeitos que tiveram o envolvimento identificado no comércio de drogas no município, atuando de forma aliada na atividade ilícita.

No total, são cumpridas cinco ordens de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão domiciliar, além de quatro medidas judiciais investigativas decretadas contra os suspeitos. A operação conta com o efetivo de 20 policiais civis da Delegacia de Novo São Joaquim e da Regional de Barra do Garças.

Além dos mandados de prisão contra os suspeitos, o cumprimento das ordens de buscas tem o objetivo de apreender celulares, anotações, apetrechos e porções de substâncias entorpecentes, trazendo novos elementos ao prosseguimento das investigações. Até o momento, quatro alvos tiveram os mandados de prisão cumpridos e um continua foragido. Nas buscas foram apreendidos aparelhos celulares, notebook e R$ 3.544 em dinheiro.

Nas investigações conduzidas pela equipe da Delegacia de Novo São Joaquim, foram identificados cinco pessoas, quatro homens e uma mulher, que de forma aliada atuam no comércio de entorpecentes no município.

Os nomes dos suspeitos foram apontados em diversos inquéritos policiais relacionados a investigações de tráfico de drogas que tramitam na Delegacia de Novo São Joaquim, ficando comprovado que os investigados têm o comércio de entorpecentes como profissão e meio de vida.

Diante dos levantamentos, o delegado de Novo São Joaquim, Pablo Borges Rigo, representou pelos mandados de prisão e busca e apreensão contra os suspeitos que foram deferidos pela Justiça.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem que matou decorador em Várzea Grande enfrentará júri popular
Próximo artigoAutor de disparo acidental que matou jovem em Cuiabá se apresenta à polícia