Poderes vão receber R$ 2,8 bilhões em duodécimo no próximo ano

Valores estão previstos na Lei Orçamentária Anual, que já foi encaminhada para a Assembleia Legislativa

(Foto: JL Siqueira / ALMT)

O dinheiro que deve ser repassado para os Poderes em Mato Grosso vai somar 2,85 bilhões em 2022. O valor está na Lei Orçamentária Anual (LOA) enviada pelo governo à Assembleia Legislativa e ainda passará por debates. 

O montante representa cerca de 10% dos R$ 26,1 bilhões estimados para o Estado. Se confirmado, haverá um aumento na comparação ao orçamento deste ano, quando os Poderes receberão – até dezembro – R$ 2,7 bilhões, uma fatia de R$ 12% do orçamento total. 

A Assembleia Legislativa e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) terão os maiores incrementos no duodécimo: 8,2% e 8,3%, respectivamente. 

A previsão na LOA é que sejam transferidos R$ 604 milhões aos deputados estaduais em 2022. Neste ano serão R$ 558 milhões até dezembro. Já o TCE verá seu orçamento subir de R$ 395 milhões para R$ 428 milhões. 

O Tribunal de Justiça que tem o maior orçamento dentre os Poderes tem previsão de receber R$ 1,3 bilhão. São cerca de R$ 100 milhões a mais que o previsto até o fim deste ano. 

No caso do Ministério Público Estadual, o incremento será de aproximadamente R$ 41 milhões. Neste ano, devem ser transferidos R$ 483 até dezembro e, ao longo do próximo ano, serão R$ 524 milhões. 

O recurso para a Defensoria Pública passará de R$ 157 milhões em 2021 para R$ 170 milhões em 2022. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOrganização criminosa aplicava dinheiro de golpes no mercado imobiliário
Próximo artigoCuiabá: cerca de 2 mil alunos devem migrar de escolas particulares para públicas