PM prende homem que matou a mãe asfixiada e conviveu com o corpo

Ordem judicial de prisão foi cumprida em uma clínica de reabilitação em Chapada dos Guimarães

(Ilustrativa/Ednilson Aguiar/O Livre)

A Polícia Militar prendeu Luiz Fernando Januário de Campos, de 33 anos, suspeito de matar a própria mãe asfixiada, em Várzea Grande. O homem foi encontrado em uma clínica de reabilitação em Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá).

Ao chegarem ao local, os militares foram recebidos pelos funcionários da clínica, localizada no Rio dos Peixes, que indicaram onde Luiz Fernando estava.

Os militares cumpriram o mandado de prisão expedido pela Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra Mulher. Após ser preso, o rapaz foi trazido para a Central de Flagrantes de Cuiabá, nesta quarta-feira (1º).

O crime

Eracy de Campos, de 72 anos foi encontrada morta em casa, em Várzea Grande. A mulher já estava morta há 13 dias e seu filho adotivo, Luiz Fernando, conviveu com o cadáver até o dia 26 de maio.

No mesmo dia, Luiz Fernando esteve na delegacia e teria confirmado à polícia que asfixiou a mãe durante uma discussão, enquanto estava sob efeitos de drogas.

Como se apresentou espontaneamente, o homem foi liberado pela polícia. Porém, o delegado Hércules Batista Gonçalves representou à Justiça pela prisão preventiva de Luiz Fernando.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom fim da pandemia, Brasil volta a ser uma das 10 maiores economias do mundo
Próximo artigoLula volta a falar em proibir armas de fogo no Brasil