PM liberta caminhoneiro mantido refém, mata ladrão em troca de tiros e prende comparsa

Crime ocorreu em Cuiabá, na madrugada deste domingo (7)

Policiais militares libertaram um motorista mantido de refém em cativeiro e prenderam um homem na madrugada deste domingo (7) em Cuiabá. Durante o resgate da vítima, um dos suspeitos entrou em confronto com a Polícia Militar e morreu no local após ser baleado.

Por volta das 23 horas, a PM recebeu uma denúncia de que um caminhão estaria com sinal de violação de painel e que poderia estar sendo roubado no Distrito Industrial. Equipes do 9º Batalhão e do 24º Batalhão foram até o local e perceberam que as portas do caminhão estavam apenas encostadas. Dentro do veículo, a polícia flagrou o suspeito tentando retirar o rastreador do veículo.

O homem recebeu voz de prisão. Questionado, ele contou que havia sido pago para apenas retirar o aparelho de monitoramento e que já havia praticado mais de 10 roubos. A polícia constatou ainda que o suspeito apresentou um documento identificação falso.

O suspeito já preso relatou que o restante da quadrilha havia levado o motorista do caminhão para um cativeiro e apontou o local. De imediato, os policiais do Batalhão Rotam se deslocaram até um matagal, às margens da BR-364, no km 446, local onde a vítima (o motorista) foi vista com um dos criminosos.

A Rotam fez buscas e visualizou o segundo suspeito agachado e a vítima do roubo. Os policiais  verbalizaram para que ele colocasse as mãos na cabeça, porém, ao levantar, o suspeito sacou a arma de fogo e atirou contra os policiais, que revidaram a ação.

O homem havia sido baleado e os policiais libertaram o motorista mantido de refém. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada para prestar atendimento ao suspeito, mas ele veio a óbito no local.

A vítima reconheceu o suspeito preso inicialmente e apontou que as roupas que o criminoso estava usando eram suas. O veículo e o dinheiro (R$ 270) foram devolvidos a vítima. Na ação, a PM apreendeu um aparelho bloqueador de sinal Jammer. O suspeito foi preso por roubo, sequestro e cárcere privado e conduzido para a Polícia Civil.

(Da Assessoria)

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça retira qualificadora em homicídio de engenheiro assassinado após cobrar dívida
Próximo artigoGuarda Municipal de Várzea Grande resgata pacientes renais presos em enxurrada