PM é imobilizado e executado com sua própria arma após discussão em distribuidora

Dois homens seguraram a vítima enquanto um terceiro envolvido efetuava os disparos na cabeça do PM

Um sub-tenente da Polícia Militar, identificado como Everaldo Rodrigues Alves, 46 anos, foi assassinado na madrugada deste sábado (29) em uma distribuidora do Bairro Pedra 90, em Cuiabá, após se desentender com três homens.

A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou no local já encontrou o sub-tenente sem vida, alvejado com vários disparos na cabeça.

A companheira dele, uma adolescente de 17 anos, que estava junto com o policial quando tudo aconteceu, contou que os dois estavam na distribuidora quando o militar se desentendeu com três homens e entrou em luta corporal com eles.

Durante a briga, os homens tomaram a arma do policial, dois o seguraram e o terceiro atirou várias vezes na cabeça do sub-tenente.

Após os disparos, os assassinos fugiram, levando a arma do policial.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas apenas constatou a morte do policial. A Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local.

O caso foi registrado como roubo e homicídio doloso.

Na manhã deste sábado, por volta das 9h30, a Polícia Militar prendeu um dos suspeitos do crime. O acusado usa tornozeleira eletrônica e foi reconhecido pela esposa do policial assassinado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCasal se passa por outras pessoas para receber atendimento por plano de saúde
Próximo artigoPolicial aposentado mata homem em casa de show e alega ter agido por ter sido ameaçado