PM aumenta efetivo no Centro Histórico e agora quer um Batalhão Independente

A área é um locais de Cuiabá com a maior demanda de policiamento. Em 2019, foram mais de mil casos de roubo e furto

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Centro Histórico de Cuiabá ganhou reforço no policiamento. E a área é um dos locais da Capital com a maior demanda, segundo a própria Polícia Militar. Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), apontam o registro de 1.089 casos de roubo e furto na região, só no ano passado.

A média é 90 ocorrências por mês, ou seja, três casos por dia.

O Batalhão da Polícia Militar que atende a região se tornou independente e aumentou o efetivo. Agora são 90 militares.

Para melhoria no atendimento, a PM agora busca uma parceria com a Prefeitura para instalar o Batalhão Independente. A ideia é que o espaço passe a funcionar nas instalações do antigo Banco Bemat.

Um projeto, elaborado em conjunto com representantes da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas e vereadores, foi apresentado para a Prefeitura.

Ainda não há uma estimativa de quanto precisará ser investido. De acordo com a PM, um estudo para a possível reforma do prédio está sendo realizado.

E, por enquanto, a Prefeitura garantiu apoio para a obra. “A Prefeitura não vai medir esforços para que seja concretizado”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm Cuiabá, engenheira civil ensina mulheres a realizarem pequenos reparos em casa
Próximo artigoPadrasto é preso por estuprar e engravidar enteada com paralisia cerebral