Plebe Rude figura entre destaques de festival gratuito na Orla do Porto; saiba quais são os outros

Festival terá ainda shows de Egypcio e Biquini Cavadão, além de artistas do cenário indie nacional e local

Plebe Rude é conhecida por hits do rock nacional como "Até quando esperar?"

O rock em suas diversas nuances dá a tônica a mais uma edição do Festival Dia Mundial do Rock, que chega à quinta edição em Cuiabá. O evento que nasceu para celebrar um dos movimentos culturais mais significativos da história da humanidade, será realizado nos dias 13, 14 e 15 de julho, com shows de Egypcio, Plebe Rude e Biquini Cavadão, respectivamente. O ingresso é 1 litro de leite longa vida cuja arrecadação será direcionada a entidade filantrópica.

De acordo com o produtor executivo do evento, Ulisses Samaniego, entre as atrações figuram ainda bandas de destaque do cenário independente nacional – com produções autorais -, que fazem tributos a clássicos do rock e ainda, artistas mato-grossenses.

A programação corresponde aos desejos do público, que participou ativamente com sugestões na página oficial do evento no Facebook. “Foi tudo construído a partir do engajamento dos seguidores e dentro da viabilidade, é claro. Conseguimos fechar um line up que contempla várias vertentes do rock, do pop ao metal”, ressalta.

“No dia Mundial do Rock, a gente começa com Egypcio, front man do Tihuana que ficou muito conhecido por hits de pegada enérgica e mais amplamente, pela carro-chefe do filme Tropa de Elite. No dia seguinte, um clássico brasileiro: a banda Plebe Rude sobe ao palco montado na Orla do Porto e para fechar, tem Biquini Cavadão banda pela qual a plateia cuiabana tem bastante apreço. Isso ficou explícito com a campanha que fizemos para definir o line up”, ressalta.

A programação completa – que já está fechada – será divulgada durante esta semana, na página oficial do Facebook. Além das atrações musicais, o espaço reservado ao festival terá ainda a praça de alimentação Rock Gourmet, feira solidária – à base de trocas – e de comercialização de produtos.

O festival contará também, com atividades de capacitação com oficinas, debates e palestras idealizadas com vistas a estimular o empreendedorismo e a criação de políticas públicas para o segmento da música. Inscrições serão abertas em breve.

Unem esforços a Ulisses, o diretor de palco Rodrigo Canto (Porks), o diretor técnico, Markito Dubwhite, Carlos Baggetti e Marquinhos do Boa, responsável pela gestão da praça de alimentação.

Vários apoiadores apostam no projeto. “A Prefeitura de Cuiabá – por meio da Secretaria 300 anos – e a Secretaria de Estado de Cultura e Assembleia Legislativa com aporte de emendas de vários deputados bem como iniciativa privada são essenciais para que o festival seja concretizado”, destaca.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPela primeira vez, Festa de São Benedito contará com “happy hour” em noite de abertura
Próximo artigoSecretaria de Saúde confirma caso de febre amarela em Mato Grosso