Plantio do algodão começa de forma tímida em Mato Grosso

Banco de Imagens

algodão

 

Foi dada a largada para a safra 16/17 de algodão em Mato Grosso. A semeadura já totaliza 1,55% dos 600 mil hectares estimados, o que representa uma retração de 2% em relação à área plantada no último ciclo.  O ritmo é leve, se comparado ao mesmo período da safra 15/16, quando a semeadura da cultura totalizava 2,47% das lavouras. A maior parte do total semeado se encontra na região sudeste, com 3,87 %, seguida da região centro-sul, com 0,70% da área semeada, fato explicado por elas abrigarem 92,2% do total de algodão 1ª safra do estado.

Os dados são referentes ao Boletim semanal do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Segundo a publicação, as próximas semanas serão de trabalho acentuado para os produtores, impulsionados pelas boas condições climáticas dos últimos dias. Além disso, o trabalho ganha força em razão da proximidade com a colheita da soja, que caso ocorra dentro das expectativas, deve oportunizar uma  janela de plantio favorável ao desenvolvimento do algodão mato-grossense.

Em relação a oferta e demanda da pluma, as projeções seguem inalteradas, sem novidades à safra 15/16. A quarta e última previsão aponta demanda de 890,8 mil toneladas e o mesmo é visto com relação à oferta, que permanece estimada em 892 mil toneladas de pluma. A estagnação da demanda pode ser reflexo da não recuperação econômica no país, freando o consumo interno tanto de Mato Grosso, com 12,6 mil toneladas, quanto o interestadual, em 315 mil toneladas.

Ainda com relação a demanda, a exportação tende a permanecer nos mesmos patamares de aproximadamente 563 mil toneladas. A manutenção desta estimativa deve-se, principalmente, a valorização do dólar e das cotações internacionais. De maneira geral, o cenário por parte da demanda para o próximo ano apresenta grandes desafios ao produtor, tanto pela instabilidade cambial quanto pelo mercado internacional.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProdução de energia eólica entre janeiro e novembro de 2016 cresce 53,4%
Próximo artigoMato Grosso deve colher 52,7 milhões de toneladas, aponta Conab