Plano de Marketing: 10 dicas de como construir sua identidade visual

Se você gosta de design e quer fazer parte do mundo do Branding, esse texto é para você!

Aqui você vai encontrar várias dicas de como construir uma identidade visual concisa, forte e que reflita o propósito da marca com que você está trabalhando.

Vamos lá!

  • Levantamento de informações: é o briefing do negócio, ou seja, um método específico de extração de informações necessárias para criar o projeto. O ideal é que você consiga entender qual é a personalidade do negócio, o público-alvo, onde ele é visto e onde quer ser visto.
  • Análise e Pesquisa: depois disso, é hora de fazer uma análise do negócio e do mercado e quais são os elementos associados a área de atuação. É importante também fazer uma pesquisa de referências em sites como Behance, Dribbble, etc.
  • Definição de informações: sempre tenha em mente quem é o público-alvo, com quem a marca irá conversar e quais características vão se sobressair nesta interação. É preciso então sintetizar informações, delimitar as principais características e definir como a personalidade da marca irá se comunicar com o público.
  • Construção do símbolo: a parte de conceituação da logo pode ser bem desafiadora, uma vez que é preciso pensar em um símbolo que realmente passe uma mensagem através de sua forma. É preciso ter em conta que ele não precisa ser extravagante, e sim, se comunicar bem com o público, transmitir algum valor da empresa, ser versátil para diferentes formatos e não se prender a recursos da moda, para que no futuro a marca não precise ser repaginada.
  • Escolha e gerenciamento de cores: é preciso pensar no conjunto e ver quais cores estão mais alinhadas com o que a marca precisa passar – para chegar a isso, é possível se pautar no que se quer transmitir ou fazer uma escolha mais baseada em pesquisa de mercado. A escolha do tom, da intensidade e da claridade da cor também fazem parte desta etapa. No que diz respeito a gerenciamento de cores, o bacana é escolher uma configuração de espaço que seja boa para apresentação e que possa ser alinhada a amostra de cores da Pantone, uma vez que é uma escala de cores utilizada por muitos fornecedores.
  • Escolha Tipográfica: é uma parte essencial, pois traz a personalidade da marca. Então busque entender a fundo sobre tipografia, bem como pensar em uma família tipográfica completa e que tenha uma versão WEB;
  • Organização e Criação de Elementos: é o momento de organizar o projeto e pensar em versões e assinaturas, e também em elementos que irão ajudar a identificar a marca;
  • Aplicação: é hora de verificar como o projeto será visto em suas aplicações reais, para isso é interessante fazer uso de mockups e pensar em aplicações impressas e na web;
  • Apresentação: monte uma apresentação para o cliente contendo os porquês de cada escolha e como elas casam com o que ele está procurando, busque valorizar muito bem o projeto neste momento;
  • Ajustes e alterações: infelizmente não tem jeito! É raro quando um ajuste não é pedido, então, após ser aprovado, sempre tem uma coisa ou outra para ser ajustada. Pode ser também que todo ele tenha que ser alterado, é o momento de entender a fundo cada pedido de alteração e refazer o que for necessário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior5 mil testes em presos
Próximo artigoProibido cortar caminho