PJC cumpre mandados em condomínio onde adolescente morreu

Policiais da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) e da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) estão no condomínio Alphaville I, em Cuiabá, na manhã desta sexta-feira (17).

As equipes estão cumprindo mandados na casa em que a adolescente Isabelle Guimarães Ramos, 14 anos, morreu no último domingo (12) após ser atingida por um tiro acidental disparado pela melhor amiga, também de 14 anos.

A investigação do caso, que estava sendo realizada pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), passou para a Deddica nessa quarta-feira (15).

LEIA TAMBÉM:

Segundo a Polícia Civil, na casa em que o caso aconteceu, os policiais estão coletando imagens do circuito interno, aparelhos celulares e também realizando perícia técnica complementar com uso de agente químico luminol para averiguar se há vestígio de sangue em outros pontos da casa, o que poderia caracterizar se o corpo da adolescente foi removido ou não.

As equipes da DEA e da Deddica também estão fazendo buscas na casa do pai do namorado da adolescente que disparou o tiro acidental, visto que ele é o proprietário da arma do acidente e de mais uma das sete armas apreendidas na casa em que a morte aconteceu.

Os mandados de buscas foram deferidos pela 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude da Comarca de Cuiabá.

Todo o material coletado será analisado durante a próxima semana pelas equipes da DEA e da Deddica.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBloco resistência democrática cresce na ALMT e se iguala à base do governo
Próximo artigoChefs mato-grossenses vão criar pratos com produtos de patrocinadora do MasterChef Brasil