Pivetta diz que a educação de Mato Grosso é “vexaminosa”

Governador em exercício defendeu o chamamento de contratados interinos para auxiliar nas aulas da rede estadual

Ednilson Aguiar/ O Livre

O governador em exercício Otaviano Pivetta disse que é “vexaminosa” a situação da educação em Mato Grosso. O Estado estaria agindo para corrigir os erros que levaram o ensino a ocupar uma das piores posições no país. 

“Estamos seguindo firme no plano de melhorar a educação, de tirar a educação de Mato Grosso dessa posição vergonhosa que ela foi colocada e para isso precisa muita atitude e as atitudes estão sendo tomadas sobre a liderança do Alan que é o secretário”, disse. 

A declaração foi dada no lançamento do edital para a contratação de professores e profissionais da educação interinamente, nesta quarta-feira (3). Ele fez referência ao resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, Mato Grosso ocupa a 23ª posição no ranking dos 26 Estados e o Distrito Federal.  

LEIA TAMBÉM

É a última avaliação nacional, divulgada no ano passado, sobre a situação do ensino no Brasil. Mato Grosso teve média 4, e o Espírito Santo 5,3.  

A resposta de Pivetta foi ao questionamento de que a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) teria copiado integralmente um edital lançado pelo Espírito para o chamento de profissionais da educação. 

O governador disse que “se foi control C e control V foi de um Estado que está melhor que o nosso. Não tem nenhum problema copiarmos quem está fazendo bem feito”.  

O apontamento cópia veio do deputado estadual Lúdio Cabral (PT). O edital da Seduc exige dos candidatos conhecimento da história do Espírito Santos. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPedofilia: homem é preso em flagrante em MT com conteúdo pornográfico infantil
Próximo artigoQuanto a Pfizer ganhou com vacinas