Piorando ao invés de melhorar

Brasil regrediu desde 2015, quando se trata de desperdício de água potável

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Brasil está piorando, ao invés de melhorar, quando se trata de desperdício de água potável. Em 2015, pouco mais de 36% da água tratada não chegava à casa dos brasilerios. Em 2019, esse percentual subiu, atingindo quase 40%.

A cosntatação é de um do Instituto Trata Brasil, em parceiria com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Materiais para Saneamento e consultoria da GO Associados. Foi elaboradora com base em dados públicos do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento e contempla uma análise das 27 Unidades da Federação.

E você não faz ideia de quanta água está incluída nesses quase 40% de desperdício, o estudo faz comparações visuais.

É como se fossem esvaziadas diariamente 7,5 mil piscinas olímpicas. Um volume suficiente para abastecer mais de 63 milhões de brasileiros ao longo de um um ano inteiro, ou seja, 30% da população.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCovid: diário da vacina #7
Próximo artigoLadrões apontam arma para Rotam em Cuiabá e acabam mortos