Piada final de Arthur em Coringa é finalmente explicada e termina com mistério do filme

Seria apenas tudo uma ilusão?

(Foto: Reprodução/O Livre | Arte: Felipe Martins)

Coringa, um dos maiores sucessos de 2019, termina de forma enigmática com o protagonista contando uma piada para uma psicóloga no Asilo Arkham.

Para quem ficou perdido e não entendeu a cena do filme, o site Screen Rant fez uma boa interpretação do que acontece.

Confira:

A “piada final” do Coringa indica que grande parte dos eventos do filme se passaram apenas na imaginação de Arthur Fleck. Várias situações do filme podem ter sido muito bem imaginadas pelo personagem, já que o filme aposta em um narrador não confiável.

As interações de Arthur com Sophie, por exemplo, são evidenciadas no filme como um delírio do personagem. Como a própria estética do filme não indica quando a realidade começa e quando a mente do Coringa termina, é difícil decidir o que aconteceu de verdade na trama do palhaço.

Sendo assim, seria impossível dizer quais experiências de Arthur são reais. Cenas vistas como parte da realidade, como o encontro do personagem com Thomas Wayne, a morte de Penny e a exibição do programa de Murray, podem ter sido imaginadas (ou exageradas) pela mente do personagem.

A teoria se conclui afirmando que o Coringa esteve preso em Arkham o tempo todo, não sendo a verdadeira encarnação do personagem da DC. Ele seria um símbolo, algo utilizado pelos futuros vilões da Gotham como referência e guia.

Faz sentido? Coringa está disponível em home vídeo e deve receber diversas indicações ao Oscar 2020.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFrozen 2 possui cena pós-créditos; Confira o que acontece
Próximo artigoTemporal causa desabamento, fere uma pessoa e afeta 115 famílias em MT

O LIVRE ADS