PGR recorre de decisão que anulou condenações de Lula

Órgão argumenta que os processos da Lava Jato devem ser respeitados e o petista deve permanecer inelegível

(Foto de José Cruz/Agência Brasil)

Nessa sexta-feira (12), a Procuradoria-Geral da República (PGR) recorreu da decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que anulou condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no âmbito da Operação Lava Jato.

Na decisão, Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do tríplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e das doações ao Instituto Lula. Dessa forma, o petista tinha voltado a ser elegível e poderia, por exemplo, disputar a próxima eleição.

A PGR, no entanto, pediu que os processos relacionados ao ex-presidente permaneçam na Justiça Federal do Paraná e que as condenações da Lava Jato sejam respeitadas.

No pedido, a subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, argumenta que o caso deve ser analisado pelo plenário do STF, onde seria votado por todos os ministros.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorForça Tática descobre esquema de furto de carga e recupera 49 toneladas de soja
Próximo artigoSorriso: prefeitura estima perda de R$ 2 bilhões após chuva alagar lavouras