PF pede arquivamento de inquérito contra Silval Barbosa e Blairo Maggi

Ex-governador e ex-senador foram suspeitos de caixa 2 na campanha eleitoral de 2010; PF não vê provas concretas

A Polícia Federal requereu à Justiça Eleitoral o arquivamento de um inquérito que investigou a suspeita de caixa 2 na campanha eleitoral de Silval Barbosa ao governo do Estado e de Blairo Maggi ao Senado nas eleições de 2010.

O relatório assinado pelo delegado André Monteiro foi encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na terça-feira (27). O argumento para a solicitação do arquivamento é a falta de provas que possam permitir o indiciamento e, posteriormente, denúncia pelo Ministério Público Federal (MPF).

A investigação foi aberta em decorrência da colaboração premiada do ex-governador Silval Barbosa, firmada com a Procuradoria Geral da República

De acordo com o depoimento do ex-governador, houve um pedido à direção da empresa JBS Friboi de contribuição financeira para a campanha eleitoral daquele ano. Em troca, a JBS Friboi seria favorecida com a redução de impostos estaduais.

No entanto, a Polícia Federal narra que Silval Barbosa “não soube detalhar de que forma teria sido realizada uma possível doação não oficial para sua campanha eleitoral em 2010, bem como não deixou claro se estas foram efetivamente concretizadas”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuatro estados terão apoio da Força Nacional nas eleições e MT é um deles
Próximo artigoSem título de posse: pequenos agricultores produzem 70% do alimento em MT