“Petistas que roubaram este país durante 10 ou 15 anos”, diz Salles, rebatendo críticas

O ministro ainda respondeu a acusação de que estaria protegendo madeireiros ilegais que atuam na Amazônia

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Na manhã desta sexta-feira (30), o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles rebateu críticas de opositores de esquerda e rechaçou a acusações do delegado Alexandre Saraiva, ex-superintendente da Polícia Federal no Amazonas.

O delegado apresentou uma notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal contra o ministro, acusando-o de proteger madeireiros ilegais e “atrapalhar medidas de fiscalização por interesses privados”.

História vergonhosa

Sales rebateu as acusações e garantiu que a história não confere, alegando que o delegado estaria tentando criar narrativas por ser militante de esquerda.

“Essa história é vergonhosa. Da mesma maneira que ele faz essas insinuações para tentar criar fatos que não existem, eu também poderia dizer que ele [Saraiva] é muito ligado à ex-ministra Marina Silva e, mais do que um delegado, é um militante”, afirmou Salles. “O que consta naquela notícia-crime é mentira de ponta a ponta”, afirmou Sales.

“Não devo nada para vagabundo nenhum”

O ministro continuou e afirmou ainda que a oposição de esquerda não tem moral para fazer críticas ao Governo Bolsonaro. De acordo com Salles, é preciso lembrar do histórico dos partidos que estiveram antes no poder.

“Não será meia dúzia de radicais infiltrados ou a esquerda e os petistas que roubaram este país durante 10 ou 15 anos que vão apontar o dedo para o nosso governo. Passados dois anos e meio, este governo não tem um escândalo de corrupção. Não devo nada para vagabundo nenhum”, concluiu Salles.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMato Grosso receberá 7.020 doses da vacina Pfizer
Próximo artigoPolícia recupera imagem sacra furtada de igreja em Chapada dos Guimarães