|domingo, 19 agosto 2018

    Pesquisador do cinema de horror participa de bate-papo no Sesc

    9
    COMPARTILHECOMPARTILHE
    Eles Vivem Filme B

    Em “Eles Vivem”, óculos escuros aparentemente comuns, podem revelar alienígenas disfarçados de seres humanos

    Um dos expoentes da pesquisa do cinema de horror no Brasil, Carlos Primati, estará em Cuiabá no dia 20 de março. O convidado especial vai abrir a Mostra Sci-Fi do Sesc Arsenal com um bate-papo que começa às 19h. Durante a mostra que apresenta temas diversos como que vão da paranoia atômica a vampiros espaciais, passando por alienígenas e robôs, os cinéfilos embarcam em uma viagem no tempo por quatro décadas do fantástico mundo dos filmes B de ficção científica.

    Ele esmiuçará a história, técnica e até bastidores dos filmes que compõem a mostra: Os Malditos (1963), A Ameaça Que Veio Do Espaço (1953), O Planeta Proibido (1956), O Planeta Dos Vampiros (1965), Fuga No Século 23 (1976) e Eles Vivem (1988).

    Os filmes B eram feitos paralelamente às superproduções americanas dos anos 40, produzidos em unidades secundárias dos grandes estúdios de Hollywood. Eram, em geral, ficções cientificas, faroestes ou filmes de horror, sucesso de público em sessões duplas – acompanhados de superprodução “A” – que inspirou o surgimento de estúdios especializados em cinema de baixo orçamento nos anos 50.

    As fitas com temas fantásticos e apelativos, exibidos em cinemas modestos, caracterizaram um gênero controverso. “Criou-se a ideia de que todo filme vagabundo de terror ou ficção científica é um filme B. O autêntico filme “B” ficou no passado, nas décadas de 30 e 40. A generalização por parte da crítica é incorreta”, afirmou o jornalista e crítico Carlos Primati, em entrevista para o site Mundo Estranho. 

    Divulgação

    Carlos Primati

    Carlos Primati é expoente brasileiro da pesquisa do cinema de horror

    Carlos Primati é jornalista, crítico, tradutor, historiador e pesquisador dedicado a tudo que se refere ao cinema de horror mundial. Publicou artigos em livros sobre a obra do cineasta José Mojica Marins, sobre o Horror no Cinema Brasileiro e sobre o cineasta Carlos Hugo Christensen, firmando parceria com a Heco Produções em mostras dedicadas à produção nacional no gênero. Escreveu ensaios para catálogos das mostras de George A. Romero, da atriz Ruth de Souza e para o centenário de Kirk Douglas.

    A entrada é gratuita. Para inscrições, clique aqui!

    Deixe um comentário

    Please enter your name here
    Please enter your comment!

    DESTAQUES

    Bairro Cuiabá História Municípios Policia
    Temporal derruba antena de TV e fachadas de lojas em Sinop
    Homem é preso acusado de estuprar enteada de 12 anos
    Problemas no fornecimento de energia elétrica trazem prejuízo a comércio na região do Santa Rosa
    Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
    Veja a agenda dos candidatos a governador de MT desta segunda
    MT compra derivado da maconha por meio de liminar, diz secretário
    Sem experiência como gestor, Taques desconhecia limitação de recursos, diz aliado
    Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
    Sistema de classificação de grãos precisa evoluir, alerta Aprosoja Brasil
    Vencedores do Prêmio de Mobilização visitam fábrica da New Holland em Curitiba
    Fazenda que produz mais de 37 mil litros de leite por dia atrai atenção dos mato-grossenses
    Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
    Novas marcas exploram tendências em maquiagem durante o ProBeleza 2018
    Gusttavo Lima volta a Cuiabá em outubro com sucessos e releituras de clássicos
    Duelo estadual de MCs terá seletivas nas batalhas de Cuiabá e VG até outubro; confira datas
    Corrupção Economia Eleições Estados Política
    Exército diz que 1,2 mil venezuelanos saíram do Brasil após violência
    Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 27 milhões na quarta-feira
    Governo procura 67 pessoas para pagar indenização por trabalho escravo
    Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
    Por R$ 23 mil, Tribunal de Justiça de Mato Grosso lança concurso para magistratura
    Sejudh abre concurso para agentes penitenciários com salários de até R$ 3 mil
    Sine Municipal oferece 78 novas oportunidades para quem deseja retornar ao mercado de trabalho
    X