Pesquisa comprova eficácia da CoronaVac contra variantes do coronavírus

Vacina desenvolvida pelo instituto Butantan se mostrou eficiente contra a variante de Manaus e demais variantes similares

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Uma pesquisa realizada com 67.718 profissionais da saúde de Manaus indicou que a CoronaVac tem eficaz contra a variante P.1 do novo coronavírus, que teve origem na Capital amazonense e se tornou predominante em várias regiões do Brasil.

O estudo aponta ainda que o imunizante é eficiente também contra as demais variantes similares surgidas no Brasil.

Os resultados ainda não são definitivos e não foram enviados para publicação em artigo científico, mas são considerados promissores pelos pesquisadores envolvidos no projeto.

O resultado definitivo da pesquisa será divulgado na quarta-feira (7).

De acordo com a pesquisa, a CoronaVac tem 50% de eficácia na prevenção da covid-19, entre casos sintomáticos da doença, após 14 dias da aplicação da primeira dose do imunizante.

Em nota, os responsáveis pelas pesquisas defenderam o uso da vacina contra a variante de Manaus e demais variantes parecidas e afirmaram que os primeiros resultados são encorajadores.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOperação flagra desmatamento ilegal e apreende oito tratores em Confresa
Próximo artigoDinossauro de MT é resgatado