“Pelo amor de Deus”, implora Mauro Mendes a parlamentares federais

Governador suplicou para que o Congresso não deixe estados e municípios fora da Reforma da Previdência

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

“Pelo amor de Deus”, pediu o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), ao implorar para o Congresso Nacional não deixar os estados e municípios brasileiros de fora da Reforma da Previdência do governo federal. A suplica foi feita durante evento realizado na divisa com Goiás, com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).

“Precisamos encontrar um novo caminho para que o país não fique atolado. Essa reforma é importante para o Brasil e para cada Estado e Município. Daqui a poucos anos vamos trabalhar exclusivamente para pagar os nossos aposentados. É legítimo, é direito, mas tem tantos outros brasileiros que estão tendo seus direitos cerceados. Não sobra dinheiro para outras obrigações do poder públicos”, declarou.

Em vídeo publicado em seu perfil nas redes sociais, ao lado dos governadores de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), o chefe do Executivo mato-grossense também reforçou a importância da aprovação sem a exclusão dos servidores públicos estaduais e municipais das novas regras da aposentaria.

“Pedimos para os parlamentares federais de todo Brasil que tenham sensibilidade política e ajudem o país, pois não podemos mais ficar sangrando e esperando essa importante reforma para fazer o Brasil voltar a crescer e gerar empregos. Por favor, não deixem os estados e municípios fora, pois isso seria um desserviço ao nosso país. Contamos com vocês para que essa reforma de verdade possa acontecer”, suplicou novamente.

Juntos pelo Araguaia

O governador de Mato Grosso participou, nesta quarta-feira (5), do lançamento do projeto “Juntos pelo Araguaia”, na ponte que liga Barra do Garças (MT) e Aragarças (GO). Idealizada pelo governo de Goiás em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a ação prevê a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Araguaia, por meio de convênio com os governos federal e de Mato Grosso.

Na oportunidade, Mauro Mendes ressaltou que o Rio Araguaia une os dois estados, está no coração do Brasil e conclamou a todos a darem o exemplo de que é possível produzir, preservar, gerar riquezas e fazer a impulsão social.

“Mato Grosso, ao longo dos últimos anos, tem colaborado substancialmente com a balança comercial do nosso país. Hoje é o maior produtor de milho, de soja, de algodão, de frango e pode continuar produzindo muito mais. Fazemos isso com apenas 36% do nosso território, os outros 64% estão exatamente como Pedro Alvares Cabral encontrou, há mais de 500 anos. Esse é o exemplo que temos que dar ao mundo”, pontuou.

O governador de Mato Grosso também criticou o trabalho desenvolvido por ONGs internacionais no Brasil. “Nós queremos preservar, não precisamos que nenhuma ONG internacional, a maioria delas financiada pelos produtores americanos, venha aqui colocar o dedo na nossa cara, nos dizer o que precisamos fazer, enquanto eles não fazem em seus países. Estamos cansados de ouvir que o Brasil é o país do futuro, queremos que seja o país do presente”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVídeos: Bolsonaro é cercado em MT e anda de jet ski no rio Araguaia
Próximo artigoEvaristo Costa e William Waack são contratados pela CNN Brasil

O LIVRE ADS