Pele ressecada, não é minha filha?! Listamos 4 dicas para mudar isso

Se o frio não é problema no inverno mato-grossense, a falta de chuva é

(Foto: Freepik)

Em Mato Grosso, o frio é instantâneo, mas o tempo seco – provocado pelos meses sem chuva – tem o mesmo efeito do clima de regiões mais ao Sul do país do inverno: a pele ressecada.

A descamação e perda da umidade natural pode deixar a barreira cutânea protetora fragilizada. Por isso, fizemos uma lista de cuidados que devem tomados, segundo a dermatologista Cintia Cunha.

1. Fique de olho na hora do banho

Banhos longos e quentes não faz bem. De acordo com a dermatologista, abusar nessa hora prejudica a barreira de proteção natural da pele, a camada hidrolipídica, que segura a hidratação.

2. Consuma líquido

Ingerir, no mínimo, dois litros de água diariamente. É você já sabia, mas provavelmente não está fazendo, então, não custa lembrar.

3. Cuidados com o rosto

Além dos lábios, que costumam rachar durante a estação, um cuidado que é negligenciado nesta época é a proteção solar. É preciso manter o uso do protetor diariamente.

4. Hidrate a pele

Tanto a hidratação do corpo quanto a do rosto devem ser feitas diariamente, mas durante o inverno é ainda mais importante. Ela evita o ressecamento (ou recupera a hidratação, caso já esteja ressecada).

“Consultar o dermatologista para entender o seu tipo de pele e hidratação necessária é o ponto de partida, pois existem hidratantes com formulações especificas para cada tipo de pele”, comenta Cintia.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTratamento “de choque”: pacientes recuperados da covid procuram fortalecimento muscular
Próximo artigoFerrovia em Cuiabá: trem de carga não combina com cidade, adverte senador