Peixe com cara humana não é Photoshop nem Deepfake; entenda

A carpa realmente existe

Há alguns dias, publicamos uma notícia sobre uma carpa com “rosto humano”. E algumas pessoas acreditaram que se tratava de uma montagem, produzida com programas como o Photoshop ou Deepfakes.

Mas, a verdade é que não era.

O peixe em questão é uma carpa-fantasma e para entender é preciso um pouquinho da cultura de aquarismo da China e do Japão.

Ambos os países estão há centenas de anos decorando seus jardins com espetaculares tanques cheios de peixes de vivas cores. Esses peixes são uma variedade doméstica da carpa comum.

A carpa comum tem uma cor parda ou verde. No entanto, às vezes, apresenta manchas de cores mais vivas.

Os agricultores chineses e japoneses criavam as carpas como alimento porque é um peixe saboroso e incrivelmente resistente a diferentes climas e condições da água.

Com o tempo, os criadores perceberam as manchas de cores e começaram a separá-los e a cruzá-los com fins ornamentais.

Assim, nasceram as carpas Koi, que seguem sendo carpas comuns, mas cujas escamas mostram coloridos padrões em cores branco, vermelho, alaranjado, amarelo ou branco.

A carpa-fantasma é uma destas variedades. Seu corpo é escuro, mas tem matizes dourados ao longo de toda a barbatana dorsal e na cabeça.

Às vezes, essas manchas amarelas e escuras formam complexos padrões e é exatamente isso que vemos no “peixe humano”.

Nossa tendência natural a detectar rostos em tudo o que vemos faz o resto e cria uma poderosa ilusão óptica, em que o peixe parece ter uma cara humana, quase como uma caveira.

Caso ainda não tenha visto, confira:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMais de 30 lojas do Shopping Popular participam da Black Weekend
Próximo artigoEspetáculo que conta história de Cuiabá será encenado no Ginásio Verdinho