Pegou covid? Saiba quanto tempo esperar antes da vacina, cirurgia e atividades físicas

Além do período de isolamento social durante a doença, é preciso respeitar alguns prazos depois da cura

Foto: Cottonbro / Pexels

Depois da quarentena e do período de tensão, quem pegou covid-19 e se curou ainda precisa esperar um tempo antes de voltar à vida normal. Mesmo os casos mais leves da doença demandam cautela, afirmam os especialistas.

Mas você sebe quanto tempo esperar?

A quarentena

O próprio período de isolamento – para evitar transmitir o novo coronavírus para outras pessoas – é motivo de controvérsias. No início da pandemia, o prazo recomendado era de 14 dias.

Agora, médicos já afirmam que, passados 10 dias dos primeiros sinais de infecção, já é possível voltar a conviver com outras pessoas, desde que você não esteja apresentando mais nenhum sintoma.

No período de quarentena, a pessoa infectada com a covid-19 não teve manter contato nem com quem mora na mesma casa (Foto: Magda Ehlers / Pexels)

A vacina

Outra dúvida comum é: quanto tempo esperar após ter se curado da covid-19 para tomar a vacina.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Capital, Valéria de Oliveira, esse prazo vai variar de acordo com a gravidade da infecção.

LEIA TAMBÉM

Pessoas que precisaram ser hospitalizadas, terão que aguardar 30 dias depois da alta médica para se vacinar. Já para aqueles que tiveram sintomas mais leves, o prazo é de 30 dias após o surgimento dos primeiros sintomas.

Cirurgias

O prazo de quatro semanas também vale para quem foi contaminado e precisa realizar alguma cirurgia. Mas ele pode variar para mais, dependendo da gravidade da doença.

A médica Ana Claudia Albernaz Valente, anestesiologista do Hospital São Mateus, em Cuiabá, afirma que esse período de espera é indicado para quem teve um quadro assintomático de covid-19 ou que não apresentou problemas respiratórios.

Para quem teve sintomas mais fortes, mas não precisou ser hospitalizado, a recomendação de espera ante de uma cirurgia é de seis semanas.

“No caso de pacientes diabéticos ou imunossuprimidos e para aqueles que ficaram hospitalizados, são necessárias entre oito e dez semanas de espera”, ela explica.

Atividade física

(Foto: Freepik)

Retomar a prática de atividade também depende de quão grave foi o quadro da infecção. Neste caso, não uma recomendação padrão, o ideal é que cada paciente siga a orientação de seu médico.

Em geral, quem já era ativo e teve uma infecção leve pode voltar à rotina mais rápido, mas praticando atividades menos intensas e por um período de tempo mais curto. Intensidade e tempo de treino voltam a crescer gradativamente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno de MT vai reduzir descontos de aposentados e pensionistas
Próximo artigoCachorro encontra corpo de bebê com braços e pernas amputados no interior de MT