Pedro Taques se lança à reeleição e cita Bíblia ao criticar ex-aliados

Governador Pedro Taques concorre à reeleição em chapa pura do PSDB

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

“Mil cairão ao teu lado, mas nada o atingirá”. Usando uma citação bíblica, o governador de Mato Grosso Pedro Taques (PSDB) lançou sua candidatura à reeleição, na manhã deste domingo (5), com um discurso que busca convencer os eleitores que os errados foram aqueles que o abandonaram ao longo do mandato.

“Nas dificuldades alguns ficaram para trás, desistiram, abandonaram, foram para a escuridão. Mas não desistimos, porque nós temos fé, temos esperança. Tentam me acusar de coisas que não fiz, tentam dizer que somos incompetentes, que estou isolado, mas nada nos atingirá”, declarou. A fala foi uma referência aos dissidentes de sua gestão, que formam o grupo que sustenta a candidatura de Mauro Mendes (DEM) ao governo na oposição.

Taques também falou da trajetória de sua gestão. “Quando assumi, encontramos um estado arrasado, endividado, quebrado, roubado, um Estado que as pessoas tinham vergonha de dizer que eram daqui. Só nós sabemos o sacrifício que foi chegar até aqui, as dificuldades que tivemos, os erros que cometemos e os avanços que conquistamos”.

Ele acrescentou, ainda, que muitos dizem que há poucos políticos em seu grupo, mas que, em sua opinião, menos é mais. “Nosso acordo é com o povo, é com o cidadão, é com aquele que mais precisa da mão do Estado”. Por fim, pediu para todos ficarem em silêncio e disse que aquele era o silêncio daquele que não quer ajudar, que desiste, que não tem fé. Na sequência, afirmou que tem fé, esperança e que vai resistir.

Ao chegar à convenção tucana, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, Taques negou debandada em seu grupo e disse que a chapa pura mostra fortalecimento da aliança. Ele concorre ao governo com chapa pura, tendo o ex-presidente da Famato Rui Prado (PSDB) como vice. O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) e a juíza aposentada Selma Arruda (PSL) completam a chapa majoritária como candidatos ao Senado.

Leia mais:

Candidato a senador, Leitão destaca combate à corrupção em convenção tucana

Rogério Salles: “Taques paga o preço por não ter feito um governo político”

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCandidato a senador, Leitão destaca combate à corrupção em convenção tucana
Próximo artigoEm show animado, Dilsinho empolga os pagodeiros de Cuiabá – veja fotos