Pedofilia: técnico de informática é preso com conteúdo pornográfico de crianças e adolescentes

Nos equipamentos apreendidos com ele havia inúmeras imagens, fotografias, vídeos e arquivos de crianças e adolescentes relacionados à pedofilia

(Foto: Polícia Civil)

Um técnico de informática, de 22 anos, foi preso em flagrante nesta quinta-feira (10) em Rondonópolis (220 km de Cuiabá), acusado de pedofilia, após equipamentos eletrônicos que foram apreendidos com ele serem analisados e conteúdos pornográficos de crianças e adolescentes serem encontrados.

Nessa quarta-feira (9) a Polícia Judiciária Civil realizou a Operação Luz da Infância 8, em combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet, e cumpriu quatro mandados de busca e apreensão em Mato Grosso, três em Rondonópolis e um em Nova Lacerda.

No momento do cumprimento, não foi identificado imediatamente material com conteúdo pornográfico relacionado a exploração infatojuvenil por meio da internet.

Após as apreensões, porém, os materiais foram analisados e nos equipamentos apreendidos em um dos alvos de Rondonópolis foram encontrados uma fartura de elementos sobre a prática da pedofilia virtual.

Diante disso, o delegado Fernando Fleury coordenou uma ação para prender o suspeito, um técnico de informática de 22 anos.

Conforme informações da Polícia Civil, nos equipamentos apreendidos com ele havia inúmeras imagens, fotografias, vídeos e arquivos de crianças e adolescentes relacionados à pedofilia.

O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, previsto no artigo 241-B, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBolsonaro ironiza declaração racista do presidente da Argentina
Próximo artigoMT registra aumento de 38% na média de óbitos por covid-19 em maio