PCHs e a seca dos rios

Mendes diz que não dados que relacionem o recuo do nível de água com hidrelétricas

Foto: Aneel

O governador Mauro Mendes diz que as autorizações para a instalação de pequenas centrais hidrelétricas (PCH) em rios de Mato Grosso não vão alterar o nível das águas e provocar seca. 

Segundo ele, não há dados que comprovem a relação entre a seca dos rios e a montagem dessas hidrelétricas que tem até 30 megawatts (mW) de potência. A declaração foi em resposta a ONGs que questionavam autorizações concedidas pelo Estado. 

“Não adianta vir com essa conversinha que isso não tem a menor sustentabilidade no campo técnico, principalmente aquele que mostra a meteorologia. Nós estamos vivendo a pior seca do século aqui no Brasil e eles vem botar a culpa na PCH?”, disse. 

O governo liberou recentemente a instalação de PCHs em Cuiabá, Várzea Grande, Nobres, Rosário Oeste, Acorizal e Jangada.  

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAutor de disparo acidental que matou jovem em Cuiabá se apresenta à polícia
Próximo artigoPolícia pede prisão preventiva de homem que matou ex-companheira na frente dos filhos