Pau que dá em Chico…

Contas de Taques foram analisadas iguais às de municípios

Deputada Janaina Riva é relatora das contas de Taques na Assembleia (Foto: Chico Valdiner/Gcom-MT)

As contas de 2018 do Governo do Estado, gestão Pedro Taques (PSDB), devem ser votadas na Assembleia Legislativa no dia 21 de dezembro. E pelas declarações da relatora da matéria, deputada Janaina Riva (MDB), o relatório não deve aliviar para o lado do tucano.

É que, segundo a deputada, a comissão que analisa as contas adotou os mesmos critérios usados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) para julgar os documentos dos municípios.

Janaina, que era opositora de Taques durante o governo dele, disse que essa é uma forma de evitar que ele alegue, por exemplo, perseguição.

E tanto prefeitos quanto deputados já declararam publicamente não entender a flexibilização nas matérias do governo, enquanto prefeituras têm as contas reprovadas pelos mesmos equívocos.

Quando analisou as contas de 2018 de Taques, o TCE encontrou, inicialmente, 26 irregularidades.

No entanto, o conselheiro relator, Isaías Lopes, afastou algumas falhas e diminuiu a gravidade de outras, depois de análises próprias e das justificativas do ex-governador.

No final, elas foram aprovadas por unanimidade, tendo restadas 17 falhas e mais de 40 recomendações.

Na Assembleia, Janaina vai contar com o auxílio de quatro procuradores para analisar o relatório produzido pela comissão, sobre as contas de Taques. Só depois do parecer da procuradoria é que o documento vai ser levado para votação.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS