Partido Novo realiza evento com presidenciável em Mato Grosso

Encontro estadual vai reunir lideranças nacionais em Cuiabá no final do mês

(Divulgação)

Partido Novo realiza seu primeiro grande encontro estadual em Cuiabá, no próximo dia 21 de abril, das 14h às 20h, no Centro de Eventos do Pantanal. A proposta é apresentar os pré-candidatos ao Senado e à Câmara Federal, que disputarão as eleições neste ano.

Participam da programação diversos líderes do partido em Mato Grosso, como o pré-candidato ao Senado, Waldir Caldas Rodrigues, renomado advogado criminalista de Cuiabá. O evento traz ainda, como palestrantes, membros do Novo no Brasil, como o pré-candidato à presidência, João Amoêdo, o pré-candidato ao governo do Distrito Federal, Alexandre Guerra, o pré-candidato ao Senado pelo Novo em São Paulo, Christian Lohbauer, o deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, Marcel Van Hattem, e o vereador de Belo Horizonte, Mateus Simões.

O Partido Novo obteve seu registro em setembro de 2015 e, em 2016, elegeu vereadores nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. Em São Paulo foi o sexto partido mais votado para a câmara de vereadores. Em Mato Grosso já são 410 membros filiados.

Para o presidente do diretório estadual do Novo em Mato Grosso, Anderson Iglesias, o evento do dia 21 é uma oportunidade de a sociedade mato-grossense conhecer as propostas e os representantes do partido. Neste sentido, ele destaca o empenho do Novo na escolha de seus representantes. “O Novo tem muitos diferenciais, mas, principalmente, o fato de seus postulantes a cargos eletivos passarem por um rigoroso processo de seleção. O país precisa de governantes qualificados e o Partido Novo está pronto para oferecer isso à sociedade”, afirmou.

A participação no evento é aberta à sociedade e as inscrições podem ser feitas online https://novo.org.br/app/eventos/detalhes/176/1-encontro-estadual-do-novo-em-mato-grosso

O Novo se apresenta com uma alternativa aos demais partidos políticos tradicionais. Entre seus diferencias está o fato de ser o único partido brasileiro a não utilizar os recursos e a defender a extinção do fundo partidário. Ele é sustentado pelas contribuições de filiados e apoiadores. O partido também realiza um rigoroso processo seletivo, com provas e entrevistas, para escolha dos seus candidatos a cargos eletivos. Entre as principais pautas do Novo são a redução drástica de impostos, na perspectiva de favorecer maior renda para a população; e a atuação do Estado somente em áreas realmente essenciais, como segurança, saúde, educação básica e secundária, e infraestrutura. O Novo defende que as demais áreas devem ficar com a iniciativa privada.

Sobre os palestrantes do Encontro Estadual do Novo em Mato Grosso

João Amoêdo – Pré-candidato à presidência da República e um dos fundadores do Partido Novo. Tem uma trajetória marcada pela atuação com bancário. Cursou, simultaneamente, engenharia civil na UFRJ e administração de empresas na PUC-Rio, tendo se graduado em ambas em 1984, aos 22 anos. Durante a faculdade fez estágio em uma empresa de engenharia e, logo após formar-se, foi trainee do Citibank. Em 1988 buscou um novo desafio no Banco, ainda pequeno no Brasil, o BBA-Creditansalt S.A, onde foi de gerente comercial a diretor executivo. Em 1999 assumiu a gestão da financeira do Banco, a Fináustria. Sob sua gestão, a empresa, que em 1999 estava deficitária em suas contas, passou a ter lucro. Durante sua administração, a empresa foi eleita, pela Revista Exame, uma das 100 melhores para se trabalhar no Brasil. Em 2002, a Fináustria foi vendida por quatro vezes o seu valor patrimonial para o Banco Itaú. Em 2004, Amoêdo assumiu a vice-presidência do Unibanco e, em 2005, passou a ser membro do conselho de administração. De 2009 a 2015, ele foi membro do conselho de administração do Itaú-BBA. Desde 2011 é membro do conselho de administração da João Fortes Engenharia. Amoêdo é sócio do Instituto de Estudos de Política Econômica/Casa das Garças (IEPE/CdG).

Alexandre Guerra – Pré-candidato ao governo do Distrito Federal é empresário e começou a trabalhar aos 18 anos. Também é advogado, com mestrado em administração pelo INSPER, Master Management na École Supérieure des Affairs (ESA) da Universidade Pierre Mendès (Paris), MBA em Comércio Internacional pela USP, com especialização em controladoria pela FIA e especialização em mercados derivativos na BM&F/Bovespa. Foi executivo e presidente da empresa Giraffas, durante uma década.

Christian Lohbauer – Pré-candidato ao Senado pelo Novo em São Paulo. É mestre e doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. Foi bolsista da Fundação Konrad Adenauer, na Universidade de Bonn, Alemanha, entre 1994 e 1997. É professor de Relações Internacionais desde 1998. Foi gerente de Relações Internacionais da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, entre 2002 e 2005. Durante 2005 foi secretário adjunto de Relações Internacionais do Município de São Paulo. Entre fevereiro de 2006 e abril de 2009 foi diretor executivo da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (ABEF, atual ABPA). Em maio de 2009 assumiu a presidência da Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR). Desde 2013 é Diretor de Assuntos Corporativos e Governamentais da Bayer.

Mateus Simões – Vereador de Belo Horizonte, eleito em 2016, pelo partido NOVO, com 5.522 votos. Professor, advogado e procurador licenciado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Mestre em Direito pela Faculdade Milton Campos, onde leciona. É também professor da Fundação Dom Cabral em temas ligados a governança. Montou seu próprio escritório de advocacia em 2004 e, após uma incorporação, tornou-se advogado e sócio da Portugal Vilela Almeida Behrens Direito de Negócios.

Marcel Van Hattem – Deputado estadual pelo Rio Grande do Sul. É graduado em relações internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e mestre em ciência política pela Universidade de Leiden (Holanda). Tem especialização (lato sensu) em Direito, Economia e Democracia Constitucional (UFRGS). É co-fundador e consultor da Argumento – Consultoria para Líderes de Expressão, no Brasil, e diretor de sua divisão internacional, com sede em Utrecht, Holanda. É jornalista, cientista político e consultor para relações internacionais, já tendo residido nos EUA, na Dinamarca e na Holanda. Iniciou sua carreira profissional como entregador de jornal e repórter no jornal Dois Irmãos. Trabalhou em Brasília, na Câmara dos Deputados, como assessor especial para relações internacionais e economia e em Haia, Holanda, na Diretoria de Empreendimentos Internacionais do Ministério dos Assuntos Econômicos, Agricultura e Inovação do governo holandês. É egresso do Programa de Liderança Política, Social e Empresarial da Georgetown University (Washington, DC, EUA) e do Seminário Internacional de Administração e Prevenção de Conflitos Internacionais, da Internationale Akademie für Führungskräfte Theodor-Heuss, vinculada ao Instituto Friedrich Naumann para a Liberdade (Gummersbach e Hamburgo, Alemanha). Fez ainda cursos de aperfeiçoamento em diversos outros países, como EUA, Bulgária, França, Holanda, Panamá e Bélgica.

Com Assessoria

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

5 COMENTÁRIOS

  1. Temos de “pensar fora da casinha” e o Partido Novo está nos oferecendo está oportunidade, pelo que vejo não temos outra opção de renovação a não ser essa, acho que vou me filiar.

  2. Hahahahahaha, mil vidas depois, aparece alguns se intitulando novo, sigamos a cartilha: Criminalização da política; Uso da política se dizendo não político; oferecimento de um “estado” que lucra etc etc etc vcs se esquecem que não se trata de boletos, gestão é ainda mais que se dizer empresário. Se assumam políticos, já que fazem política!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAlan Malouf entra com recurso para que Taques seja investigado no STF
Próximo artigoPrefeitura e Sindimed-MT debatem medidas para melhorar a área da saúde