Parque das Águas ganha bebedouro acionado por aplicativo

Vencedora de concurso de inovação da Iguá Saneamento, startup incentiva a hidratação e a redução do uso de plástico e traz informações do Relatório da Qualidade da Água de Cuiabá

Mais hidratação, menos poluição. Acaba de chegar à capital mato-grossense a Estação de Reabastecimento de Água (ERA), bebedouro acionado por aplicativo que fornece água gelada gratuitamente à comunidade e incentiva a redução no uso de garrafas plásticas descartáveis. Criada pela startup RefilMe, a iniciativa venceu o concurso de inovação Iguá Lab – promovido pela Iguá Saneamento, controladora da Águas Cuiabá – e já está à disposição das famílias cuiabanas no Parque das Águas. O município é o primeiro no Brasil a receber as estações.

Produzida em aço inox, a ERA é abastecida com água tratada da rede pública, tendo monitoramento de qualidade permanente da Águas Cuiabá. As estações de reabastecimento foram projetadas com o sistema touchless (sem toque). A tecnologia deixa a utilização do equipamento mais segura, sobretudo neste período de pandemia.

Na ERA, a liberação de água é feita por meio da leitura, pela câmera do celular, do QR Code que fica posicionado na parte frontal da máquina. “Primeiramente é preciso baixar o aplicativo RefilMe, que está disponível gratuitamente para android e IOS. Uma vez baixado, ele permite que o celular libere o consumo de água em todas as ERAs disponíveis e abasteça o recipiente do usuário”, explica a engenheira Isabela Vitoi, empreendedora que, juntamente com a irmã, Flávia Vitoi, criou o bebedouro. Ao acionar o equipamento, o usuário seleciona o volume e a temperatura da água desejados.

Além de levar um produto de qualidade à população, as ERAs trazem informação e transparência aos cuiabanos. Ao acionar o sistema, é possível acessar o Relatório de Qualidade da Água da cidade. “É fundamental o cliente saber que ele pode confiar na qualidade da água tratada fornecida pela Águas Cuiabá. Além disso, a máquina é um exemplo palpável da importância da água e de como podemos valorizá-la e consumi-la de forma responsável. Todo o equipamento foi desenvolvido para permitir que as pessoas se hidratem de forma segura e sustentável”, observa Éder Campos, diretor de Clientes, Inovação e Serviços da Iguá Saneamento.

A iniciativa vai ao encontro de pilares fundamentais da companhia. “A RefilMe e sua criação ilustram como é possível empregar a sustentabilidade e a inovação para promover o bem-estar. A Iguá não só acredita, como defende e investe nesse propósito desde sua origem. A valorização da água, enquanto bem indispensável e recurso essencial é uma bandeira que a empresa faz questão de hastear, por isso sempre estaremos abertos a empreendedores com perspectivas semelhantes, para que possamos ampliar nossas possibilidades de e transformar positivamente a vida das pessoas”, acrescenta Campos.

ERAs na cidade – Além do Parque das Águas, a comunidade cuiabana terá outras duas estações de reabastecimento gratuito de água para consumo. Uma delas ficará no Parque das Águas e as demais em outras localidades da cidade. Ao baixar o aplicativo, a pessoa poderá visualizar quantos litros de água já consumiu nas ERAs e o número de garrafas descartáveis que deixou de usar. “Com as estações, o consumidor, nosso cliente, direta ou indiretamente, poderá experimentar as facilidades de uma tecnologia que liga autoatendimento, qualidade e sustentabilidade. Esperamos que os cuiabanos usem e gostem da novidade, tragam seu refil para o parque para se hidratar e ajudem o mundo a ter menos plástico”, destaca William Figueiredo diretor geral da Águas Cuiabá.

Parque das Águas – Entre exercícios e o desejo de aliviar o calor, a ativação da ERA já está cativando os cuiabanos. Claudinéia Santos, 37 anos, passeava pelo parque com os filhos e sobrinhos, e se surpreendeu com o projeto inovador por pensar na sustentabilidade. “Imagina a quantidade de garrafas que eu estaria colocando no planeta para matar a sede dessas crianças? Com a ERA eu coloco menos plástico no mundo” De mesmo modo, Ruan Dafiel, 16 anos, também aprovou a inciativa da startup. “Conseguir 500 ml de água de qualidade e fresquinha só por apontar a um QR Code é sensacional”, revela o jovem.

Sobre a Águas Cuiabá – Por meio de concessão plena com validade de 30 anos, a Águas Cuiabá assumiu os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na capital matogrossense em 2012. A empresa atende a 613 mil pessoas e tem como objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 6 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil.

Sobre a Iguá Saneamento – A Iguá é uma companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros – Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná – por meio de 18 operações que, somadas, beneficiam cerca de 6 milhões de pessoas. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país. Em 2020, a Iguá aderiu à Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. A companhia foi eleita, em 2019, pelo terceiro ano consecutivo, uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega cerca de 1,5 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” quer dizer água. www.iguasa.com.br.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorReeleito e com dívida de R$ 2,8 mi, Emanuel Pinheiro entra em crise com o MDB
Próximo artigoDepois do IPVA, governo de MT dilata prazos para pagar o licenciamento do carro