Paróquia São Gonçalo completa 125 anos e historiador ressalta a importância da igreja

    São Gonçalo de Amarante é conhecido como o ‘Padroeiro dos Violeiros’ pois quando era vivo gostava de cantorias

    Fotos: Assessoria Mário Nadaf

    Na primeira dezena de janeiro a Paróquia São Gonçalo completou 125 anos e para comemorar essa data simbólica, foi realizado um grande festejo religioso que contou com procissão, missa solene, quermesse com comidas típicas e a apresentação do grupo Flor Ribeirinha.

    O Santo São Gonçalo de Amarante é conhecido como o ‘Padroeiro dos Violeiros’ pois quando era vivo gostava de cantorias e tocava em rodas de viola e por isso é muito popular entre os violeiros de Cuiabá. Nas festas religiosas é feita a tradicional ‘Dança do São Gonçalo’ onde casais dão voltas em torno de um altar, ao ritmo de viola caipira e cururu.

    “Essa festa religiosa é uma grande herança cultural da cuiabania, e por mais de um século continua atraindo devotos o que é muito importante à cultura mato-grossense, pois, mantém as nossas raízes vivas”, declara o historiador e vereador Mário Nadaf (PV).

    Fotos: Assessoria Mário Nadaf

    O nascimento da primeira capela foi em 15 de novembro de 1.781, o baiano José Carlos Pereira de Souza, natural da cidade de Cachoeira, na época era o terceiro Juiz da Vila de Cuiabá, porém, foi convocado pela Corte Portuguesa a retornar a sua sede, e antes de ir embora, deixou uma imagem do Santo São Gonçalo no vilarejo.

    Segundo o historiador antes da atual arquitetura a Igreja passou por várias reformas. “A primeira capela foi implantada nas proximidades do Rio Cuiabá devido à exploração de ouro na época. Ela recebeu uma imagem do São Gonçalo de 1,45m, toda talhada em madeira exportada da cidade de Amarante em Portugal, onde o santo nasceu e viveu”, explica Mário Nadaf.

    O pevista ainda conta que na construção da atual paróquia os moradores mais jovens trabalhavam dia e noite buscando areia, pedras e outros materiais de construção no Córrego da Prainha, onde hoje é a Avenida Coronel Duarte.

    “O inicio das obras só se deu em 1894 após a chegada dos Padres Salesianos, enviados por Dom Bosco o fundador da Congregação. Um fato que poucas pessoas sabem é que à Avenida VX de Novembro onde é localizada a paróquia recebeu esse nome devido ser a data da construção da primeira igreja, que foi no dia 15 de novembro de 1.781,” relata o vereador Mário Nadaf.

    O santo faleceu no dia, 10, de janeiro de 1.259 e por isso a festa na Capital foi encerrada nessa quinta-feira, 10, em homenagem a data da morte da santidade.

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorBolsonaro dá boas-vindas ao general Villas Bôas que integrará o GSI
    Próximo artigoHomem sai esfaqueando pessoas na rua, invade casa da avó e é preso ao cair do telhado