Para evitar que mais empresas fechem, Fecomércio faz campanha pelo VLT

Muitos empresários tiveram seus negócios arruinados

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O sonho do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) foi um balde de água fria para muitos, principalmente para empresários de centenas de estabelecimentos que ladeavam as principais avenidas por onde ele passaria, como a Avenida da FEB, Tenente Coronel Duarte, CPA  e Fernando Corrêa. Muitos tiveram que fechar as portas.

É justamente em favor deles e dos estabelecimentos que ainda resistem que a Fecomércio começou uma campanha pela conclusão das obras. A federação espera que a situação seja revertida e o comércio em Cuiabá e Várzea Grande volte a prosperar.

O presidente e o vice do Sistema Fecomércio, José Wenceslau de Souza Júnior e Manoel Procópio, respectivamente, se posicionam.

“Nós apoiamos a retomada das obras e sua conclusão, até porque já foram investidos mais de R$ 1 bilhão e as obras já feitas estão apodrecendo, por falta de manutenção. O comércio que ainda existe em torno das obras foi muito prejudicado e, por isso, pedem a sua conclusão logo”, disse o presidente José Wenceslau.

Já Procópio pontuou que, caso as obras sejam concluídas, “várias empresas que ainda estão se reorganizando, por causa das obras mesmo, terão seus fluxos de clientes re-estabelecidos em sua totalidade”.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDelegada diz que confissão não define investigação de morte de pastor
Próximo artigoFilmes da Marvel terão “muito mais heróis LGBT no futuro”, diz Kevin Feige