Para economizar? 53% dos brasileiros preferem consertar celular em vez de comprar novo

Com a necessidade de cumprir o home office, os brasileiros buscam melhorar e/ou consertar os seus equipamentos eletrônicos

(Foto: Divulgação)

O isolamento social alterou a rotina de muitas pessoas. O chamado “novo normal” está ligado diretamente à tecnologia. Home office, estudo à distância, compras online e vídeo-conferências invadiram a rotina dos brasileiros. Assim, o celular, virou – mais do que nunca – um item de necessidade básica.

Mas parece que a crise causada pela pandemia fez o brasileiro repensar o gasto com esse tipo de equipamento.

Segundo o Google Trends, plataforma de pesquisa da Google, de 6 a 12 de junho, a busca por manutenção de celulares superou a demanda de aquisição de aparelhos novos.

Ao todo, 53% dos brasileiros optaram por buscar locais para a realização da manutenção dos seus aparelhos. Por outro lado, somente 11% que buscaram locais para adquirir o novo eletrônico.

Os números surpreendem porque neste período – influenciado pelo Dia dos Namorados – o comércio esperava um aquecimento nas vendas.

LEIA TAMBÉM

Demanda e oferta

Já de acordo com o GetNinjas, plataforma que conecta prestadores de serviços aos usuários, houve um aumento de 40% nas solicitações de assistência técnica de aparelhos desse tio.

Os profissionais mais buscados são os especialistas em notebooks (35, 45%), celulares (16,23%) e computador desktop (7,81%). A pesquisa tem data de maio do ano passado.

De acordo Centro Brasileiro de Cursos, o Cebrac, em 2020 e 2021, a procura pelo curso de manutenção de computadores e celulares teve alta de 25%, quando comparada ao ano de 2019.

“Já são mais de 1 milhão de pessoas desempregadas desde o começo da quarentena no país. Muitos ofícios como eletricistas, encanadores e outros não podem ser exercidos. Logo, o curso abre a oportunidade de uma nova fonte de renda”, explica Luciana Fontes, superintendente do Cebrac.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVárzea Grande abre cadastro para vacinar pessoas de 35 a 39 anos
Próximo artigoFlor Ribeirinha vence Festival Internacional de Dança na Polônia