Pandemia: “só as crianças estão trancadas dentro de casa”, alerta defensora

Atuando em defesa de crianças e adolescentes, Cleide Regina Ribeiro falou sobre como o pânico tem criando uma cortina de fumaça para a falta de estratégia dos governos

A falta de um plano dos governos estadual e municipais para o retorno às aulas presenciais é uma das preocupações da Defensoria Pública de Mato Grosso. E segundo Cleide Regina Ribeiro do Nascimento, o que se vê no interior do Estado são apenas crianças “trancadas” em casa à pretexto da pandemia de coronavírus, enquanto adultos seguem vidas normais.

Cleide Regina é defensora da criança e do adolescente em Várzea Grande e critica o pânico generalizado que se criou e encobre a falta de estratégia para continuar oferecendo serviços básicos à público, o principal deles, a educação.

Na conversa com a reportagem do LIVRE, ela fala ainda sobre outros riscos – no aspecto social – a que a pandemia tem exposto as crianças mato-grossenses, em especial, as de famílias mais carentes.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui