Pai é preso por tentar estuprar a própria filha grávida de seis meses

A vítima havia ido para a cidade do pai apenas para cuidar dele, pois ele disse estar doente

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Um homem de 56 anos foi preso nesse domingo (8) acusado de tentar estuprar a própria filha, de 32 anos, e agredi-la quando ela se negou a realizar o ato sexual com ele.

O caso aconteceu no Bairro São José, em General Carneiro (450 km de Cuiabá). A vítima é moradora de Cuiabá, mas foi para a cidade onde o crime aconteceu para cuidar do pai, que ligou para ela dizendo estar doente.

Conforme o boletim de ocorrência, mesmo grávida de seis meses, assim que soube do suposto estado de saúde do pai, ela se dispôs a ir cuidar dele.

Há um mês morando com o pai, nesse sábado (7) ela foi surpreendida por ele chegando em casa por volta das 22 horas – depois de passar o dia bebendo cachaça – e partindo para cima dela na cama, dizendo que iria fazer sexo com ela.

Para se defender, a filha tentou empurrar o pai, que deu um soco nas costas dela e a empurrou, fazendo-a bater no arame do portão da entrada da casa.

Em seguida, o pai tirou a calcinha da filha, que disse que iria chamar a polícia e, só então, ele desistiu e fugiu da residência.

A filha ficou com vários machucados pelo corpo e registrou um boletim de ocorrência. Nesse domingo (8), por volta das 10 horas, a polícia saiu em busca do suspeito.

Quando a equipe passou em frente à casa em que a vítima está morando com o pai, ela informou que o suspeito estava na casa naquele momento e ele foi preso dentro da residência.

Ele ainda apresentava sinais de embriaguez, foi preso e encaminhado para a delegacia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS