Pai de bebê diz a gestante que só pagará pré-natal se ela fizer sexo com ele

A jovem está gestante de cinco meses e vive sob violência psicológica

Imagem: Freepik

Uma gestante de 28 anos denunciou o pai de seu bebê, de 56 anos, nessa quinta-feira (28), por ele se negar a dar comida a ela e para a filha dela, de 10 anos, e por ele dizer que só vai ajudá-la nas despesas com o pré-natal se ela mantiver relação sexual com ele.

O caso aconteceu no Bairro CPA III, em Cuiabá.

Segundo a jovem, ela iniciou uma relação com o suspeito há seis meses e está grávida de cinco meses. Mas colocou fim na relação porque no início da gravidez ela estava sentindo muito enjoo e ele não a ajudava, só pensava em fazer sexo.

O homem, no entanto, não aceita a separação e, segundo a jovem, passou a ameaçá-la dizendo que, se ela saísse de casa, iria atrás dela e que só não fez nada ainda porque ela estava na casa dele.

Ela afirmou à polícia, ainda, que ele tem negado comida para ela e para a filha dela, de 10 anos, escondendo alimentos na casa para as duas não comerem.

Por fim, a vítima afirmou que o homem diz que só vai ajudá-la com as despesas do pré-natal do bebê se ela mantiver relação sexual com ele. Isso enquanto ainda a acusa de ter forjado o exame de gravidez e não estar gestante de verdade.

O caso foi registrado como calúnia e ameaça.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEroaldo se torna CEO da Unimed Cuiabá
Próximo artigoRadialismo de Cuiabá perde Luiz Carlos Magal, aos 55 anos

O LIVRE ADS