Padrasto é acusado de estuprar enteada esquizofrênica e maltratar filha de três anos

As denúncias foram feitas pelo Conselho Tutelar e serão investigadas pela Polícia Judiciária Civil

O Conselho Tutelar denunciou nessa sexta-feira (13) um homem de 33 anos, morador do Bairro Parque Atalaia, em Cuiabá, por supostamente estuprar a enteada de 14 anos, que é esquizofrênica, e maltratar a filha, de apenas três anos.

Um representante do 5º Conselho Tutelar da Capital – regional Coxipó – procurou a delegacia após receber denúncias anônimas sobre os crimes por volta das 10h40 dessa sexta-feira.

Conforme a denúncia, a adolescente é esquizofrênica, toma remédios controlados e há indícios do suposto abuso sexual. Já quanto aos maus-tratos, ainda não há provas concretas.

A Polícia Judiciária Civil irá investigar as denúncias e, a princípio, o suspeito não foi preso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.