Pacheco descarta impeachment

Presidente do Senado diz que "país tem outras prioridades"

Fabio Rodrigures Pozzebom / Agência Brasil

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afastou a possibilidade de abertura de um processo de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o Pacheco, o país teria “outras prioridades”.

“Os pedidos de impeachment tanto de ministros do Supremo quanto do presidente da República devem ser tratados com muita responsabilidade. Não se pode banalizar o instituto”, disse Pacheco.

O senador afirmou também que o Senado precisa avaliar os diversos aspectos de um pedido de impeachment contra um membro do Supremo Tribunal Federal.

“Não podem ser usados por revanchismo ou retaliação. É preciso avaliar aspectos, sobretudo, de juridicidade, de insatisfação com um ministro ou com o presidente da República. É preciso identificar se há uma narrativa adequada, justa causa, elementos probatórios mínimos, se há tipicidade do fato em relação à lei de 1950, portanto é algo que deve ser analisado com bastante juridicidade. Não é o momento de se discutir impeachment no Brasil“, concluiu o senador.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOperação ‘Entre Amigos’: Gaeco investiga prefeito por susposta fraude em licitação
Próximo artigoWellington quer celeridade