Os arrojados SUVs e Sedãs de luxo causam dúvidas na hora da compra e se mantem em alta com a pandemia

É só observar rapidamente com o um olhar atento ao trânsito de Cuiabá e das grandes capitais para ter a certeza de que os SUVs vieram para ficar. A mesma constatação é possível no quesito alto padrão, mas especificamente com os  sedãs.  A terra do agronegócio tem estes dois estilos diferenciados como os queridinhos que registraram crescimento na compra durante 2019. Apenas no ano passado, as montadoras emplacaram cerca de 600 mil SUVs, o que corresponde a pouco mais de um quarto do mercado total de veículos leves no país. De perder o folego a líder da categoria Premium entre as SUVs foi a BMW X, com destaque robusto de líder.

O mercado brasileiro se rendeu as SUVs, vendeu quase 34 mil SUVs/crossovers premium em 2019. O número representou uma evolução de 3,17% em relação a 2018. “Estão cada vez mais inquestionáveis o desempenho e o designer destas máquinas, a dificuldade está apenas em saber qual versão é a mais indicada no quesito pessoalidade, o que atrai mais a preferência de cada um. A dúvida cresce quando nos deparamos com as opções intermediária, como o Volvo XC60, que em venda  repete sempre uma posição de honra,  o Land Rover Discovery Sport,  ou o novo Audi Q5 que conquistou sem muitos questionamentos, mostrando que veio para impressionar”, define a consultora de vendas da Rivenditori, Rosi Cidram.

As opções são muitas, nesse universo Premium das SUVs  o Mercedes GLC veio repaginado e agradou, assim com a BMW X3 resultou em alta conversão de negócios. “O Porsche Macan também seu lugar ao sol garantido, com  motor 2.0 turbo de 252 cv e 37,7 kgfm de torque, além de transmissão de dupla embreagem de sete marchas. Com esse conjunto, o SUV chega aos 100 km/h em 6,7 segundos e atinge 225 km/h de velocidade máxima”, pontua Rosi.

Claro que a procura aquecida faz com que a indústria automobilística invente moda e atenda ainda mais as expectativas de um público exigente. E diante desta tendência em alta se manter, a disputa fica entre as montadoras e aos compradores a dúvida de que modelo ou estilo escolher. A consultora de negócios da Rivenditori Cuiabá, Rosi Cidran, explica que é bastante individualizada as preferências, pois os encantos não se voltam neste segmento apenas para os SUVs, mas também em cena estão os Sedãs.

“De um lado os SUVs são perfeitos para quem vai encarar todos os tipos de terrenos, o que inclui áreas urbanas e rurais e também prioriza o conceito família. Este utilitário esportivo 4×4 oferece espaço, conforto, segurança e beleza. Por ser compacto e versátil agrada em cheio o público feminino, sem perder volume de venda também para os homens com o perfil aventureiro para  pegar a estrada por longas horas, seja para encarar a montanha ou o litoral”, explica a consultora.

Mas, neste universo sob 4 rodas de luxo as versões arrojadas dos Sedãs abocanham milhares de admiradores, os mais vendidos no Brasil, entre os modelos médios são BMW, Mercedes Classe, Audi e Volvo. Os modelos dentro desta categoria já causam dúvidas e pode ficar mais acirrada ainda quando existem indefinições quanto ao que escolher sedãn ou SUV.

“São duas categorias e características bem diferentes, o primeiro passo é posicionar qual seria a prioridade, passeio, viagens, conforto ou mais segurança. Às vezes o que pode ser o ponto de definição é a quantidade de membros da família. Para quem tem uma família grande ou prefere um maior conforto, o SUV pode ser mais assertivo diante do espaço interno. De outro lado o sedã tem um design especial e avantajado para quem gosta de viajar, por conta do porta-malas mais amplo. O desempenho merece destaque aqui diante da leveza que oferece”, define a consultora.

No geral a consultora que tem expertise de uma década no mercado automobilístico defende que realizar o sonho por determinado veículo é o que mais trás assertividade na escolha. “Todos os fatores de peso técnicos devem ser levados em consideração antes de fechar negócio, porem antes da utilidade do produto, eu sempre defendo que saciar o desejo e realizar sonhos podem ser o grande diferencial de plena satisfação e de ter a certeza que a melhor escolha foi feita”, define.

AI: Luciana Gaviglia (65) 99253 0622

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTudo é possível
Próximo artigo33 cidades ficarão com mais de 60% do auxílio financeiro destinado a MT