Orquestra de MT é indicada em duas categorias do Prêmio da Música Brasileira

O Prêmio da Música Brasileira é o mais importante no país, quando se fala em música

(Divulgação)

Saiu nesta terça-feira a lista de indicados para a 29ª edição da mais importante premiação do gênero no país, o Prêmio da Música Brasileira. No segundo ano consecutivo a Orquestra do Estado de Mato Grosso recebe duas indicações novamente.

Neste ano, na categoria regional, ela aparece na lista de Melhor Álbum e Melhor Cantor, com o disco Terra dos Sonhos, gravado com Renato Teixeira, que tem grandes chances de levar o prêmio.

No ano passado, Renato Teixeira falou com exclusividade ao LIVRE, sobre o trabalho com a orquestra – que mesmo não tendo lançado a temporada 2018 por falto de incentivo do poder público -, segue em destaque no cenário nacional.

Na entrevista, ele pontou o que o disco “Terra de Sonhos” teria de diferente dos outros trabalhos da carreira. “A gente passa a vida toda fazendo aquele feijãozinho com arroz né?! Fazendo shows, viajando com vários formatos de banda (…). Quando acontece uma coisa dessas, de poder tocar com uma orquestra, com arranjos específicos, que fujam dos formatos originais das músicas, com a interpretação dos maestros, dos arranjadores e dos próprios músicos, causa uma sensação muito boa, de renovação. Eu volto para estrada revigorado, animado, louco para tocar”, disse.

E sobre as expectativas com o disco, ele parecia apostar na aceitação de público e crítica. “Este trabalho acrescenta algo que não vejo nos outros projetos. Organizar todas essas canções, tão conhecidas não é uma tarefa fácil… eu não acredito em tocar por tocar. Sempre preciso de uma intenção. Nunca fui para o estúdio para gravar um disco por gravar. A intenção aqui é linda, revigora. A música renasce. Uma experiência magnífica. Estou super feliz”.

No ano passado, a Orquestra foi indicada nas categorias  Melhor Álbum Instrumental e Melhor Solista, com o disco Alegria, gravado com Hamilton de Holanda.

A lista completa de indicados pode ser conferida neste link.

Foto de Daniel Merenco

Neste ano, o prêmio que é apresentado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro homenageia (in memoriam) o cantor e compositor Luiz Melodia, o Pérola Negra. Melodia foi vencedor de cinco prêmios da Música Brasileira e se apresentou diversas vezes nas cerimônias de premiação.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA poucos dias do desligamento analógico, 3 Américas recebe ‘Feirão Digital’
Próximo artigoCarlos Fávaro acusa Taques de não cumprir promessas feitas na campanha passada