Orquestra da UFMT une clássicos do rock e música erudita

O concerto também terá iluminação cênica e exibição de clipes de obras mundiais do universo pop

A música erudita apresenta infinitas possibilidades de composições e arranjos. Com a proposta de combinar clássicos do rock’n’roll com instrumentos da música clássica, a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) realiza neste domingo (14), às 20h, o evento “Do Erudito ao Pop”, no Teatro Universitário.

Além da apresentação musical, o concerto terá iluminação cênica e exibição de clipes de obras mundiais do universo pop.

Os ingressos para o evento já estão se esgotando e devem adquiridos na Casa de Festas por R$ 30 e R $15 (meia entrada). O público poderá contribuir com o projeto “Inclusão Literária”, do produtor cultural Clovis Matos, doando um livro de qualquer gênero, a ser entregue antes da apresentação.

Assim como o rock n’ roll, a música clássica abrange diversos estilos, gêneros e formas musicais. Por este motivo, o repertório da Orquestra passeará por obras de Wolfgang Amadeus Mozart e Jules Massenet a bandas como Queen, Led Zeppelin, Metallica e Nirvana.

Segundo o diretor artístico da apresentação, o violinista Yllen Almeida, “para completar a noite, uma surpresa com um dos maiores cantores mundiais fará parte do espetáculo”.

A intenção do concerto é mostrar ao público que uma orquestra sinfônica pode executar a fusão entre diferentes ritmos e proporcionar o encontro de músicas eruditas e populares. Para Yllen Almeida, essa ideia promove mais versatilidade sobre o que é produzido pela Orquestra, mostrando que a música de concerto pode alcançar diferentes públicos.

“A Sinfônica da UFMT preza em mostrar a cultura a quem não teve oportunidade de acesso a este conhecimento. A melhor maneira de fazer isso é trazê-los através de um estilo que agrade com mais facilidade as pessoas”, afirma o músico.

O espetáculo integra a agenda Cuiabá Tricentenária Itinerante, promovida pela Pró-reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev) e a regência e direção artística da Orquestra é de Fabricio Carvalho.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom novos concorrentes, Netflix vai ficar sem Batman e Harry Potter
Próximo artigoMattel lança boneca de David Bowie inspirada no visual Ziggy Stardust