Orquestra da UFMT apresenta concerto inédito sobre Cuiabá neste domingo

Ensaio aberto marca véspera e ingressos gratuitos para o concerto poderão ser retirados no Teatro Universitário, a partir desta quinta-feira (23)

Orquestra Sinfônica da UFMT (Foto: Luzo Reis)

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) trará em sua próxima apresentação os encantos e melodias que lembram Cuiabá. “Concerto Tricentenário para Piano e Orquestra”, obra composta pelo especialista em música brasileira Jether Garotti Junior, será apresentada no Teatro Universitário neste domingo (26), às 20h.

Ingressos gratuitos poderão ser retirados a partir desta quinta-feira (23), entre 8h e 11h30 e 14h e 17h30, na bilheteria do Teatro Universitário. Na véspera da apresentação, os músicos também realizam um ensaio aberto, às 9h, no mesmo local. Nesta ocasião, não há necessidade de retirada prévia de convites.

Segundo o maestro Fabricio Carvalho, o concerto marca a estreia mundial de uma obra especialmente encomendada pelo professor Ernani Calhao, docente aposentado da Faculdade de Economia e fundador do movimento Muxirum Cuiabano. “Para uma orquestra, este momento é sempre motivo de muita responsabilidade porque você não tem padrão nem referência e tem que construir sua interpretação do zero. E isso só as grandes orquestras conseguem fazer”, ressalta Fabrício Carvalho.

Épico, sacro e folclórico

Ademais, a temática da peça é outro motivo de orgulho que marcará uma apresentação carregada de emoções. “O Ernani Calhao encaminhou diversos temas populares da cidade e o Jether escreveu três movimentos: o “Cidade Verde”, que é épico, grandioso, como é a Cuiabá, pensado como uma cidade grande com sol muito forte; o “Luz e Fé”, sacro, pois essa é uma caraterística muito profunda na formação da cidade; e o “Festas e Sol”, baseada em cima das músicas folclóricas cuiabanas”, revela o maestro.

“Ao final teremos um grande rasqueado, com piano e orquestra, fazendo alusão ao que a gente tem de mais rico”, complementa sobre o programa da apresentação composto, também, pelas obras ‘Abertura dos mestres cantores’, de Richard Wagner, e a ‘Serenata Opus 7 para instrumentos’, de Richard Strauss, além da participação do pianista Pedro Henrique Calhao, filho do professor Ernani Calhao.

O concerto integra a Agenda Cuiabá Tricentenária, promovida pela Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev), e faz parte da Série “Gabriel Novis Neves”, que tem como norte a música erudita sinfônica.

Ensaio aberto

Além de semear o hábito de concertos clássicos aos domingos – como acontece na série “Benedito Pedro Dorileo”, que tem como foco a música de câmara, além de tradição em várias cidades do Brasil e do exterior – a Orquestra Sinfônica também está criando a tradição de realizar ensaios abertos às vésperas das apresentações.

O maestro reforça que o ensaio aberto, além de ser uma oportunidade de permitir aos interessados por música um contato direto com os músicos e conhecer como é o funcionamento de uma orquestra, é uma oportunidade para que as pessoas levem às crianças para ter contato com a música clássica.

“Neste ensaio apresentaremos o concerto na íntegra, só que de uma forma mais descontraída, que permitirá os últimos acertos antes da apresentação de domingo”, finaliza.

Além da direção musical de Fabricio Carvalho, a Orquestra Sinfônica da UFMT tem supervisão de Edson Assunção. As portas do Teatro Universitário estarão abertas para essa atividade, que não necessita de retirada antecipada de convites.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.