Orçamento encolhido em 2021

Pandemia do novo coronavírus atingiu a previsão de receita e MT deve arrecadar cerca de R$ 2 bilhões a menos

Mato Grosso deve arrecadar R$ 2 bilhões a menos em 2021, se levarmos em conta o que havia sido projetado para 2020. A queda é de 11% e foi estimada na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), protocolada na terça-feira (2) na Assembleia Legislativa. 

De acordo com o texto, estima de receita do Estado deve ficar na casa dos R$ 18 bilhões. 

Conforme a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), a retração da economia no país e, por tabela, a de Mato Grosso tem como motivo a pandemia do novo coronavírus 

O governo apresentou, portanto, “dispositivos específicos que possibilitem o ajuste das previsões de receitas e despesas para a lei orçamentária anual de 2020, caso ocorra o agravamento do cenário”. 

Apesar disso, Mato Grosso continuará no azul, ou seja, com condições de pagar todas as despesas estimadas. Na verdade, ainda deve haver sobra no caixa. 

Conforme a Sefaz, a dívida para o próximo ano ficará em R$ 17,8 bilhões, o que dá uma margem apertada, mas ainda na casa dos R$ 220 milhões. 

Essa “sobra” já está carimbada na LDO para pagamento de dívidas públicas.

No ano passado, a projeção era que o Estado encerraria uma dívida de R$ 850 milhões, o que não aconteceu. Pelo contrário, houve um crescimento para R$ 1 bilhão. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGovernador Mauro Mendes testa positivo para covid-19 e ficará isolado
Próximo artigoForça Tática intercepta avião e encontra arma de fogo e carga de ouro não declarada

O LIVRE ADS