Operação Terra Envenenada: vereador é solto e nega envolvimento em esquema

Político alega que não conhece os demais presos e que negociação feita com outro suspeito foi de um caminhão, sem ligação com agrotóxicos

(Foto: Anderson de Olivera)

Vereador por Sinop (500 km de Cuiabá), Toninho Bernardes (PL) nega envolvimento no esquema de comercialização ilegal de agrotóxicos. O político foi solto após passar dois dias preso. Ele foi um dos 5 detidos durante a Operação Terra Envenenada 2, da Polícia Federal.

Na tarde desta sexta-feira (6), o vereador e seu advogado, Reginaldo Monteiro, realizaram uma coletiva de imprensa na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Sinop.

Toninho afirma que a polícia chegou até seu nome por meio de investigações de ligações telefônicas mantidas entre ele e um dos alvos da primeira fase da operação. O nome dessa pessoa não foi divulgado e, de acordo com a defesa do vereador, esse suspeito foi vítima do coronavírus.

O vereador diz que negociou um caminhão com esse suspeito, agora já falecido, em 2018. Porém, não há qualquer tipo de ligação com comércio de agrotóxicos. “Nego e vou provar que não estou no esquema”, reforça.

O político afirma que desconhece os demais presos na operação e garante que não teve contato anterior ao dia da prisão.

(Foto: Anderson de Oliveira)

LEIA TAMBÉM

O advogado Reginaldo Monteiro explana que a prisão do vereador, e dos demais suspeitos, aconteceu para garantir a coleta e análise de provas. Tanto que, após o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, a Justiça revogou as ordens de prisão.

A defesa destaca que não há muito o que se comentar, pois não teve acesso aos autos do processo, uma vez que o trabalho está sob sigilo judicial.

(Colaborou Anderson de Oliveira, de Sinop)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGovernador anuncia concurso para a segurança pública em MT
Próximo artigoSpaten: Ambev traz cerveja oficial da Oktoberfest para Cuiabá