Operação Rota Final: Foragido, empresário recorre ao STJ para não ser preso

Eder Pinheiro é considerado foragido da Justiça desde o dia 14 de maio

(Da Assessoria)

O empresário Eder Augusto Pinheiro, dono da Verde Transportes, ingressou com pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O pedido foi distribuído ao ministro Olindo Menezes e, até o começo da tarde desta quinta-feira (27), estava pendente de julgamento.

Eder Pinheiro é considerado foragido da Justiça desde o dia 14 de maio, quando a prisão preventiva foi decretada pelo desembargador Marcos Machado, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

Operação Rota Final

A decisão do magistrado atendeu pedido do Ministério Público Estadual (MPE) e é desdobramento da Operação Rota Final, deflagrada pelo NACO (Núcleo de Ações de Competência Originária) e pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado para desmantelar uma suposta organização criminosa que agiu para fraudar licitações do transporte público intermunicipal.

Na esfera cível, uma ação civil pública por improbidade administrativa já foi oferecida pelo Ministério Público a Justiça.

No rol de denunciados está o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) e o ex-deputado estadual e atual primeiro suplente, Pedro Satélite (PSD), juntamente com empresários e empresas do setor de transporte intermunicipal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAL aprova PEC dos rodeios
Próximo artigoPrefeitura não abre mão de despejar Secel e diz que vai recorrer da decisão do TJ