Operação Coverage: tenente-coronel Marcos Paccola é preso em Cuiabá

A prisão aconteceu no inicio da manhã deste domingo (08)

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O tenente-coronel Marcos Paccola, da Polícia Militar de Mato Grosso, foi preso ontem (08), em Cuiabá, pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). Segundo o Ministério Público do Estado (MPE) no dia 21 de agosto [data que a operação foi deflagrada] ele havia o sistema de registro de armas da PM.

A prisão foi feita devido a “Operação Coverage”, que investiga Paccola e mais quatro integrantes da corporação.

Na semana passada o MPE decidiu denunciou os cinco policiais militares por organização criminosa, embaraço de investigação, falsidade ideológica, fraude processual e inserção de dados falsos em sistema de informações.

Além da condenação pelos crimes descritos, o MP pediu que os cinco militares percam seus cargos.

Foram denunciados: o 2º tenente PM Cleber de Souza Ferreira, o tenente PM Thiago Satiro Albino, o tenente coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola, o tenente coronel PM Sada Ribeiro Ferreira e o 3º sargento PM Berison Costa e Silva.

Paccola deve passar por audiência de custódia na tarde desta segunda-feira, no Fórum de Cuiabá.

Segundo o MPE houve adulterações nos dados de duas armas em favor da organização criminosa. Na decisão que determinou a prisão preventiva do tenente-coronel, o juiz João Bosco Soares da Silva ressalta que, mesmo em liberdade, por força de ordem de habeas corpus concedida pelo Tribunal de Justiça, o denunciado “continua a realizar atos ilícitos de obstrução da justiça”, conforme informações encaminhadas pela Corregedoria-Geral da Polícia Militar.

Na decisão, também foram estabelecidas medidas cautelares aos outros acusados que estão proibidos de acessar ou frequentar os locais de Inteligência, Tecnologia da Informação e Patrimônio Logístico da PM. Também não poderão manter contato com policiais militares que atuam nesses setores e a suas senhas deverão ser bloqueadas.

Leia também

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Estão fazendo um circo no nome dele, e infelizmente a mídia só posta o que quer, na hora que as provas contrarias a essa acusação são apresentadas, eles não vão atrás pra mostrar a verdade. Lamentável.
    “De a César o que de César”, “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”
    Quem conhece o Paccola, sabe da pessoa honrosa que é, e logo mais toda a verdade será jogada no ventilador!

    “Fazer despejo de edificação alheia para apossar é mais fácil do que construir a sua própria”.

    Deus sempre esteve e estará com vc, Paccola! Força e Honra!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAgredida e arrastada pelos cabelos, jovem diz à polícia que se jogou ao chão
Próximo artigoTentativa de ménage acaba na delegacia após briga entre dois homens