Ônibus e carreta batem de frente; quatro pessoas morrem e 40 ficam feridas

Um carro de passeio também não conseguiu frear e se envolveu no acidente

Fotos: Ignácio Romann / TVCA

Um acidente entre um ônibus e uma carreta na noite dessa terça-feira (30) causou a morte de quatro pessoas e deixou outras 40 feridas, sendo duas em estado grave.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, os feridos tiveram diversos diversos tipos de lesões, como fraturas, hemorragias e ferimentos corto contusos.

A colisão aconteceu por volta das 22h20, no KM 540 da BR-163, em Diamantino (180 km de Cuiabá).

Conforme informações da Rota do Oeste, concessionária que administra o trecho da rodovia, as vítimas fatais foram o motorista do caminhão, a esposa e o filho (criança) dele e o motorista do ônibus.

O ônibus envolvido na colisão pertence à empresa Satélite Norte e possui placas de Goiânia (GO). Ainda não há informações sobre o trajeto que ele faria.

A carreta, que ficou destruída, transportava cimento e houve derramamento da carga na pista.

Informações iniciais dão conta que o caminhoneiro invadiu a pista do ônibus e o atingiu de frente. Em seguida, um Cobalt com placas de Lucas do Rio Verde, que estava logo atrás do ônibus, não conseguiu frear e atingiu o coletivo.

Equipes médicas e de resgate da Rota do Oeste, da prefeitura e do Corpo de Bombeiros foram encaminhadas ao local, constataram as mortes e atenderam aos feridos, encaminhando-os para hospitais de Nova Mutum e Nobres. Ao todo, oito viaturas foram utilizadas.

A pista precisou ser totalmente interditada para atendimento às vítimas e remoção dos veículos.

Às 6h10 desta quarta-feira (31), a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) encerrou os trabalhos e a concessionária realizou a limpeza da pista para a retirada de qualquer resíduo ou destroço.

O fluxo na BR-163 só foi liberado por volta das 6h20 da manhã desta quarta-feira.

(Atualizada às 09h45)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBrasileiro conquista o tri pan-americano no levantamento de peso
Próximo artigoCom mais uma condenação, Sérgio Cabral soma 216 anos de prisão