Obras no Portão do Inferno

Investimento será de mais de R$ 20 milhões

O projeto para construção do Complexo Turístico do Portão do Inferno, em Chapada dos Guimarães, já foi aprovado pela pela Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e a expectativa do governo do Estado é que o contrato para o obra seja assinado até dezembro. O valor estimado do empreendimento é de mais de R$ 20 milhões, sendo R$ 17,6 milhões de emenda do senador Wellington Fagundes e mais de R$ 2,5 milhões injetados pelo Estado.

Com a formalização do projeto, o próximo passo é obter a aprovação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da CEF. De acordo com o secretário Adjunto de Turismo, Jefferson Moreno, o projeto foi protocolado no ICMBIO há mais de 60 dias. A partir das aprovações, a obra poderá ser licitada e, na sequência, iniciada a construção do novo Complexo.

A obra

O Complexo do Portão do Inferno terá mais de mil m² de área construída, contendo estacionamento, lanchonete, praça e área de contemplação, além de uma passarela de vidro suspensa sobre o penhasco com mais de 70 metros de altura.

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, o novo Portão do Inferno deve atrair mais turistas para o Estado, que entregará aos visitantes um espaço amplo, com infraestrutura modelo e conforto ao público.

“Queremos estabelecer um modelo de atrativo turístico para Mato Grosso. Um local que se torne referência para o turismo brasileiro, espaço que quem visitar deseje voltar e nos recomende a quem planeja viajar pelo Brasil”, destacou o secretário.

Estadualização

O governador Mauro Mendes (DEM) iniciou as tratativas para estadualização do Parque Nacional no final de julho de 2021. Em agosto foi assinado um termo de cooperação entre a Sedec e o ICMBio, que permite ao Estado fazer investimentos estruturais no Parque de Chapada dos Guimarães.

Com a cooperação, o Estado poderá fazer melhorias no Portão do Inferno, na Cachoeira Véu de Noiva e na entrada do Parque.

(Com assessoria de Imprensa)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFiocruz é favorável à reabertura presencial, com medidas de cuidados
Próximo artigoA luta contra a poliomielite não deve ser esquecida