O náufrago

O homem que corria contra o tempo, agora, tem todo o tempo do mundo.

O personagem Chuck Noland, interpretado por Tom Hanks, é um grande reflexo do nosso tempo. Estamos sempre correndo contra o tempo, estamos sempre atrasados. Enquanto alto funcionário da empresa FedEx, pontualidade era o seu maior objetivo; o relógio, o seu melhor amigo.

Só que, após um acidente aéreo, todo o seu mundo vira de ponta-cabeça. O tempo, que era o seu recurso mais escasso, agora, ele tinha de sobra.

“Eu queria que meu dia tivesse mais de 24h”

Com certeza você já disse, pensou ou ouviu isso. Não tenho como saber, mas não consigo imaginar alguém 100 anos atrás reclamando de falta de tempo. Você consegue?

E o mais curioso disso é que antes não tínhamos carro para nos locomover. Não tínhamos o celular para nos comunicar. Nem computador para trabalhar. Hoje temos tudo isso que deveria ter nos dado mais tempo, mas por que parece que ele nos falta?

“Eu queria fazer isso, mas não tenho tempo”

Essa frase e suas derivadas são as campeãs. Temos diversas ferramentas, temos incontáveis desejos, mas não temos tempo para realizar nada. Algo nessa equação não está batendo. Porque, no fim do dia, o que fica na boca é um gosto agridoce.

Chesterton, em Ortodoxia, nos disse que o barulho dos tempos modernos, na verdade, é preguiça. Perceba como o seu tempo rende em um dia na fazenda, sem o barulho, a correria e o excesso de estímulos.

Não pense, meu caro leitor, que eu desejo um cenário estilo “A Vila”, filme do diretor M. Night Shyamalan. Em pleno século XXI, uma comunidade que viva como se fosse de outro século: sem energia, remédios e demais avanços.

Porém, não posso deixar de observar que algo está errado. Infelizmente, não tenho solução para esse problema, mas não poderia deixar de escrever por aqui minha reflexão.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNúmero de desempregados cai, mas a renda média do trabalhador também
Próximo artigoChapa eleita para comandar o Creci vai recorrer de decisão do TRF